Prefeitura do Rio divulga resultado do 1° dia da Operação Volta às Aulas

Além do ordenamento do trânsito, também foi feita fiscalização do transporte escolar
 

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), Guarda Municipal (GM-Rio) e CET-Rio, realizou nesta terça-feira, dia 4/02, mais uma edição da Operação Volta às Aulas e em apenas um dia, 22 veículos foram vistoriados, oito
lacrados por estarem circulando com a documentação vencida, mau estado de conservação e extintor vencido. Além disso, 49 multas foram aplicadas aos motoristas que estacionaram em local proibido e parada em fila dupla.

 

A ação visa orientar pais e responsáveis dos alunos para garantir a fluidez do trânsito em frente aos estabelecimentos de ensino que geram maior impacto na via e verificar os veículos irregulares que realizam o transporte de estudantes. Desta vez, as equipes atuaram em 41 escolas da Zona Sul, Zona Norte, Barra e Jacarepaguá e conta com a participação de 60 agentes da prefeitura.

 

A operação, que tem por objetivo ordenar o trânsito no embarque e desembarque em frente às redes de ensino e de orientar os motoristas quanto às regras de trânsito, foi realizada pela primeira vez no início do ano letivo de 2013, após estudo da prefeitura mapear instituições de ensino que geram grandes retenções no trânsito dos bairros onde estão localizadas. Vale lembrar que não é permitido parar em fila dupla em frente às escolas. Os motoristas que não respeitarem as exigências estarão sujeitos às penalidades determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro.

 
Além do ordenamento do trânsito, também foi feita fiscalização do transporte escolar. Na ação serão observados itens como cinto de segurança, extintores de incêndio, condições dos pneus e lataria, parte elétrica, aspecto de limpeza e documentação obrigatória. Caso sejam identificadas irregularidades, os proprietários podem ser multados e ter seus veículos lacrados até que a situação seja regularizada. A prefeitura alerta aos pais e responsáveis pelos alunos que contratem apenas o transporte escolar regulamentado pela prefeitura.
 

 

Prefeitura do Rio

0 comentários