Prefeitura do Rio tomba o Costa Brava Clube

Localizado na Joatinga, clube foi construído em 1962 pelos arquitetos Ricardo e Renato Menescal
 

clube.costa.brava

 

A Prefeitura do Rio, por meio do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH), publicou na quinta-feira, dia 20 de fevereiro,  decreto que tomba o Costa Brava Clube, localizado na Joatinga. Situado na Ponta do Marisco, o clube é um marco arquitetônico da cidade e proporciona uma vista privilegiada do mar e do Morro Dois Irmãos e da Pedra da Gávea.

 

 

O clube foi construído em 1962, baseado no projeto dos arquitetos Ricardo e Renato Menescal a partir da ideia de um navio em alto mar. Foram tombados as edificações e todos os equipamentos existentes na área do clube, inclusive a passarela de acesso. Também foram incluídos no tombamento o telhado, as fachadas, além das escadas, relevos, pisos painéis e demais elementos arquitetônicos do interior do prédio.

 

 

“O Costa Brava é uma grande execução da arquitetura moderna carioca. O projeto do clube tem ousadia ao instalar um clube em cima de uma pedra. A relação desta construção com o mar e com a paisagem do local também é fantástica”, destaca Washington Fajardo, presidente do IRPH.

 

 

A partir de agora, quaisquer intervenções que foram realizadas no local terão que ser aprovadas previamente pelo Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro. 

 

 

PREFEITURA DO RIO

 

 

 

 

0 comentários