Projeto inovador da Secretaria de Agricultura incentiva produção rural

Selo Produzido no RJ ajudou a alavancar empreendimentos no interior fluminense
 

A história de empreendedorismo de Patrícia Tiedermann começou quando ela descobriu que uma de suas duas filhas tinha intolerância ao leite de vaca. Com dificuldades para encontrar alternativas nos mercados cariocas, a tradutora – que na época trabalhava com turismo no Rio de Janeiro – tomou uma decisão radical: resolveu produzir ela mesma o leite de cabra que iria alimentar as filhas. Foi assim que ela iniciou uma pequena criação de cabras no sítio da família, em Nova Friburgo, Região Serrana do Rio.

Mas o que começou de maneira simples, logo transformou-se em um negócio promissor. Com a ajuda do programa Prosperar, da Secretaria de Agricultura, Patrícia conseguiu um empréstimo de R$ 28 mil para construir uma pequena fábrica, comprar equipamentos e adquirir um rebanho, que atualmente já conta com mais de 40 animais.
Hoje, graças ao apoio do Governo do Estado, Patrícia produz diversos derivados do leite de cabra – como queijos, doces, iogurte e requeijão – e seus produtos podem ser encontrados em pequenos mercados da capital e da Região Serrana do Rio.

Foram histórias de empreendedorismo e perseverança, como a da Patrícia, que motivaram a Secretaria de Agricultura e Pecuária a criar um projeto inovador no país: o selo Produzido no RJ.

 

Governo do Rio

0 comentários