Saúde debate estratégias para redução da mortalidade infantil

A maioria das mortes infantis pode ser evitada quando há acesso a serviços públicos qualificados de saúde
 

A Subsecretaria de Atenção Primária, Vigilância e Promoção da Saúde (SUBPAV) realiza nesta quarta-feira (26/02), um ciclo de debates sobre o tema: “Estratégias para redução da mortalidade infantil na Atenção Primária”. O encontro vai contar com a presença de profissionais de saúde de diversas áreas e representantes das unidades básicas de saúde. O objetivo do debate é apresentar e discutir as estratégias existentes na própria rede, voltadas, principalmente, para o primeiro ano de vida da criança. Entre elas estão a atenção à saúde do recém nascido; promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e alimentação saudável; incentivo e qualificação do acompanhamento do crescimento e desenvolvimento; prevenção de violências e promoção da cultura de paz; prevenção das doenças e cuidados com a criança doente; vigilância da mortalidade infantil e fetal e a educação permanente das equipes de atenção à criança.

 

A maioria das mortes infantis pode ser evitada quando há acesso a serviços públicos qualificados de saúde. A SUBPAV está trabalhando com sucesso para a redução da Taxa de Mortalidade Infantil (TMI). O município do Rio de Janeiro teve uma redução de 64% em sua TMI entre 1980 e 2012. Cerca da metade dos casos de óbito de crianças menores de um ano é por doenças originadas no período perinatal, seguidas de malformações congênitas e doenças do aparelho respiratório.

O debate acontece na sede da Associação Brasileira de Odontologia, na Rua Barão de Sertório, 75, Rio Comprido, a partir das 13h30. São esperados cerca de 200 participantes.

 

Prefeitura do Rio

0 comentários