Batalhão de Operações Especiais ganha base comando móvel

Veículo é equipado com sala de reunião, câmeras externas e aparelhos para gravação de imagens
 

bope-movelO Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) ganhou um reforço para aprimorar a atuação das equipes em situações de risco. O novo aliado dos policiais é a Base Comando Móvel, um caminhão totalmente adaptado às necessidades do batalhão. O veículo é equipado com uma sala de reunião, seis câmeras externas, duas telas de 60 polegadas, internet, sinal de TV fechada e aparelhos para gravação de imagens.

 

 

O principal benefício do sistema, na avaliação do chefe de Seção de Projetos do Bope, major Maurílio Nunes, é aumentar a velocidade na tomada de decisões, já que o acesso às informações é feito em tempo real.

 

 

“O sistema da Base do Comando Móvel é integrado ao centro de comando do batalhão e, em uma segunda fase, estará conectado à Secretaria de Segurança. A obtenção e distribuição de informações são agilizadas e, desta forma, a tomada de decisões. Isso é fundamental para reduzir os danos em uma operação”, explicou o major Nunes.

 

 

A tecnologia utilizada na base móvel possibilita ainda o acompanhamento em tempo real das ações em curso em terrenos de difícil acesso e em regiões dominadas por criminosos. Uma das câmeras, por exemplo, tem a capacidade de dar um zoom de 36 vezes, o que significa visualizar um objeto localizado a uma distância de 1,4 mil metros. O sistema de câmeras opera ainda em 360 graus de vigilância e parte do equipamento é dotado com lentes low ligth, que permitem a visão noturna.

 

O major Nunes acredita ainda que o caminhão se transforme em uma referência para os moradores nas comunidades, na medida em que será possível fazer denúncias e reclamações.

 

“O sistema nos permitirá fazer checagens de informações na hora. A base móvel assumiu uma função de plataforma multitarefas”, disse o policial.

 

 

As unidades de Base Móvel já auxiliavam as operações da Polícia Militar. O Grupamento Aéreo e Marítimo (GAM) conta com uma unidade e o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) receberá, em breve, duas unidades.

 

Governo do Rio

0 comentários