Central 1746 completa três anos com novas plataformas web

A nova interface do site vai agilizar a navegação na internet
 

Central-1746Em comemoração aos três anos de atividades, a Central de Atendimento ao Cidadão 1746 lançou, nesta terça-feira (25/03), as novas versões do site e do aplicativo para celulares, com objetivo de acelerar o contato na solicitação de serviços dos órgãos municipais. O novo site estará disponível aos usuários a partir desta quarta-feira (26/03), enquanto o aplicativo entrará em operação em 10 dias. Com 9,2 milhões de ligações recebidas o serviço se consolida como o mais importante canal de comunicação entre a Prefeitura do Rio e os moradores da cidade.

 

 
A Central de Atendimento registrou, em 2013, um aumento no número de solicitações de 48% via site e 58% no aplicativo, em relação ao ano anterior. Segundo o secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho, isso mostra que o 1746 já está integrado à rotina do carioca:

 

 
“Nove milhões de ligações mostram que a parceria entre os moradores e a cidade vem crescendo e melhorando ao longo do tempo, o que nos leva às mudanças que estamos apresentando. O novo site e o aplicativo atualizado permitirão uma integração total dos usuários com a central, além da transparência dos serviços prestados. Sem dúvida, o novo site é mais amigável do ponto de vista da solicitação, permitindo que aos cidadãos acompanhar o andamento de cada pedido e ainda entender o funcionamento de cada procedimento”.

 

 
Segundo o secretário, a Central de Atendimento está ajudando a Prefeitura do Rio a conhecer melhor o seu cliente — o carioca:
 
“A gente está satisfeito com os resultados da central, mas tem de melhorar pois ainda há serviços, como a poda de árvore, que deixam a desejar. Já a diminuição do tempo no combate ao estacionamento irregular de quatro horas para meia hora foi importante e queremos avançar para diminuir ainda mais esse tempo. A troca de lâmpadas queimadas era um serviço que levava muito tempo e agora é feito rapidamente”.

 

 
A nova interface do site vai agilizar a navegação na internet. O processo de abertura de chamado foi simplificado, gerando um número de protocolo na web, imediatamente após o envio do pedido. Com este protocolo, o usuário poderá consultar o andamento da sua solicitação pelo site, ação que antes só era possível via telefone. Será possível ainda acessar notícias, vídeos, fotos e dados estatísticos sobre as principais demandas de cada região da cidade.

 

 
Em três anos foram 2,5 milhões de serviços solicitados à Central de Atendimento, com resolutividade de 83% e índice de satisfação de 93%. Nesse período, as mulheres representam a maioria dos usuários, com 68,50%, das quais 39,80% têm mais de 55 anos. Boa parte mora na Zona Norte (50,30%) e tem renda familiar mensal entre dois e cinco salários mínimos (27,50%). O bairro de Campo Grande aparece como o campeão de solicitações.

 

 
As maiores demandas dos usuários se referem aos serviços da Comlurb, seguida pela Guarda Municipal, Rio Luz, Seconserva e Secretaria Municipal de Saúde. E as principais solicitações foram a remoção de entulho e bens inservíveis, fiscalização de estacionamento irregular, reparo de lâmpadas apagadas, remoção de resíduos, controle de roedores e transporte de gestante.

 

 
As atualizações do sistema foram lançadas no prédio da Central de Atendimento 1746, no Engenho de Dentro, onde trabalham 380 atendentes em regime de revezamento e escala. A gerente de atendimento, Raquel Gonçalves, explica que a maior demanda de solicitações acontece pela manhã, entre 9h30 e 11h, e que os trotes representam de 6% a 8% das ligações:

 

 
“Todos aqui recebem treinamento específico para lidar com os usuários. Muitas vezes recebemos chamadas complicadas, mas por mais estranhas que pareçam, precisamos manter a postura devido à credibilidade do serviço. Enfim, há todo um protocolo que os atendentes seguem”.

 

 
Por maior que sejam os números e os índices de satisfação atingidos pela Central de Atendimento, nenhum deles supera o alcançado por Fernando Antonio Ferreira da Silva, 63 anos, que realizou 256 ligações para o 1746 nos últimos três anos. Morador do Parque Real, em Realengo, o aposentado foi convidado a participar do lançamento das atualizações do sistema. Ele garante que, todas as vezes, teve o seu pedido atendido pela Prefeitura do Rio.

 

 
“Todo problema que havia no bairro eu tinha dificuldade de resolver. Era preciso ir à subprefeitura, falar com algum político, enfim, depois que implantaram o sistema, os problemas foram resolvidos um a um. Eu ligo desde que lançaram o serviço e sempre sou bem atendido. Se tem um buraco na rua ou uma lâmpada queimada é preciso avisar a prefeitura para ela consertar”.

 
A Central de Atendimento em dados comparativos
 
– Total de ligações recebidas: 2012 – 3 milhões / 2013 – 3,5 milhões
– Média mensal de ligações: 2012 – 250 mil / 2013 – 295 mil
– Média mensal de serviços solicitados: 2012 – 60 mil / 2013 – 74 mil (aumento de 19%)
– Média mensal de serviços atendidos: 2012 – 52 mil / 2013 – 61 mil (aumento de 15%)
– Solicitações via web: 2012 – 4 mil / 2013 – 8 mil (aumento de 48%). Em 2013, o atendimento das solicitações via web chegou a 82%
– Solicitações via aplicativo para celulares: 2012 – 800 / 2013 – 2 mil (aumento de 58%). Em 2013, o atendimento das solicitações via aplicativos para celulares chegou a 83%.
– Bairros que mais solicitaram em 2013: Campo Grande, Tijuca, Copacabana, Bangu e Taquara.
– Remoção de entulhos continuou sendo o serviço mais solicitado: média de 23.651 pedidos por mês.

 
Ligue 1746
Criada em março de 2011, a Central de Atendimento ao Cidadão 1746 tem capacidade para 300 atendimentos simultâneos e 600 mil atendimentos por mês, além de funcionar 24 horas por dia. As solicitações podem ser feitas pelo telefone 1746, por aplicativos para celulares ou pelo site www.1746.rio.rj.gov.br.

 

Prefeitura do Rio

0 comentários