Copa do Mundo 2014 inscreve servidores municipais para trabalho voluntário

Os servidores voluntários atuarão esclarecendo dúvidas, orientando e dando informações àqueles que passarão pelo Centro Aberto de Mídia, pelo Maracanã e por pontos de mobilidade urbana
 

Até o próximo domingo (16/03), servidores municipais da Prefeitura do Rio podem se inscrever para atuar no time de voluntários da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014, que será realizada de 12 de junho a 13 de julho. São 1.500 vagas para o Rio, 80 delas destinadas ao funcionalismo municipal, para ocupar os cargos de coordenador de mobilidade urbana durante o evento esportivo.

Voluntario-Copa-do-Mundo
 
O Rio de Janeiro receberá sete partidas, no Maracanã, incluindo a grande final. A cidade, que terá papel central na competição, também abrigará o IBC (International Broadcasting Center), no Riocentro; o Centro Aberto de Mídia e o “quartel-general” da Fifa, no Forte de Copacabana; além de ser palco do evento social Fifa Football for Hope, na Vila Olímpica do Caju, que reunirá crianças carentes de 31 delegações do mundo e uma brasileira.

 
Por isso, nada melhor do que convocar quem mais conhece o Rio para fazer parte desse time e ajudar na organização e orientação de cariocas e turistas, ou seja, o servidor municipal, uma pessoa acostumada a lidar com o cidadão diariamente e com a rotina da cidade.

 
Roberta Parente, consultora jurídica da Rio Eventos Especiais, órgão da Prefeitura do Rio, e coordenadora no Rio do Projeto Brasil Voluntário, programa de voluntariado do Governo Federal para a Copa, explicou a importância da participação de servidores municipais na Copa:

 
“A participação do servidor terá uma grande relevância para a realização do evento. O objetivo principal das vagas destinadas a eles é ajudar no deslocamento e direcionamento, principalmente de turistas, nos dias de jogos. Eles atuarão como coordenadores e são as pessoas mais aptas a lidar com situações inesperadas. O servidor municipal tem um vínculo com a cidade e já é “safo” na máquina pública. Vai saber agir rapidamente na tomada de decisões, além de conhecer muito bem a cidade e saber tratar bem o cidadão carioca e o turista. Eles têm amor pelo Rio”.

 
Os servidores voluntários atuarão esclarecendo dúvidas, orientando e dando informações àqueles que passarão pelo Centro Aberto de Mídia, pelo Maracanã e por pontos de mobilidade urbana, como terminais de ônibus e estações de metrô e trem, aeroportos e rodoviária. Eles darão suporte ao público-alvo de atendimento, que são os torcedores, a imprensa, turistas e a população em geral.

 
Os interessados em participar devem acessar o site Brasil Voluntário e preencher o formulário de inscrição. O processo seletivo faz parte do programa de voluntariado do governo federal para a Copa do Mundo. Para participar, é necessário ter 18 anos completados até 26 de abril e disponibilidade para atuar no mínimo sete dias, seguidos ou intercalados, em turnos de 4 horas diárias, além de ter o perfil compatível com a área de atuação.

 
O processo de seleção consiste em convocação do candidato por e-mail, capacitação à distância, além de um treinamento presencial, durante quatro fins de semana, entre maio e junho, que levará em conta a assiduidade e o desempenho do participante. Entre os temas que serão abordados nos treinamentos estão Hospitalidade e turismo; História do futebol e megaeventos; Segurança e primeiros socorros; Meio ambiente; Idiomas (inglês, espanhol, italiano e francês); Turismo e cidade-sede; Ser voluntário e trabalho em equipe; e Mobilidade e estratégias do evento. Os voluntários que completarem as etapas de treinamento receberão certificados de participação e atuação emitidos pela Universidade de Brasília (UnB).

 
Todos os voluntários receberão uniforme (casaco, camisa, calça, boné e sacola), Bilhete Único e refeição durante o período de atuação, seguro de acidentes pessoais, além de um kit alimentação complementar que inclui produtos orgânicos e sustentáveis da agricultura familiar, como castanha de caju, abacaxi e banana desidratados, barra de cereal, biscoito integral, mel em sachê e sucos de diversos sabores.

 
“Quando você coloca um cidadão carioca para trabalhar e ele vai voluntariamente é porque ele está disposto a ajudar e faz isso com amor. Tenho certeza de que todos os nossos voluntários ajudarão muito as pessoas e receberão muito bem os turistas. Isso está no espírito do carioca. Além de poder agregar a experiência no currículo, participar da Copa do Mundo é uma oportunidade única e que a pessoa vai levar pra sempre na lembrança. E tudo isso, gera um impacto muito positivo para a cidade. As pessoas sendo bem acolhidas querem voltar e acabam espalhando a boa imagem do Rio no exterior”, afirmou Roberta, que é servidora e foi voluntária da Jornada Mundial da Juventude, em 2013.

 
Além dos servidores municipais, qualquer indivíduo com comprometimento e vontade de participar do evento pode se inscrever. Ao todo, serão disponibilizadas 18 mil vagas, sendo até 1.500 vagas em cada uma das 12 cidades-sede do torneio: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

 

Prefeitura do Rio

0 comentários