Estado inaugura três novas unidades da Faetec Digital no Rio

Previsão é de que espaços da Zona Sul fiquem prontos este mês
 

As comunidades do Santo Amaro, no Catete, Parque da Cidade, na Gávea, e Condomínio Dona Castorina, no Leblon, contarão com três novos polos da Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica) para atender o cidadão que deseja realizar serviços por meio do computador e utilizar internet de graça. As unidades, conhecidas como Faetec Digital, estão em construção na Zona Sul do Rio, com previsão para serem inauguradas este mês.

 

 

As novas unidades são uma parceria entre as associações de moradores dos locais beneficiados, que cederam os imóveis, e a Faetec, que implantará os equipamentos.

 

 

“A ideia é levar inclusão digital gratuita a todas as regiões carentes do estado, até mesmo nos locais mais distantes, para que todos possam ter acesso aos serviços utilizando a internet”, explicou o secretário de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca.

 

 

Cada uma contará com dez computadores, salas climatizadas e dois profissionais para auxiliar e tirar dúvidas do usuário. O investimento será de, aproximadamente, R$ 14 mil para a construção dos polos. Em todo o estado, a Faetec já possui 92 unidades e, segundo o presidente da Faetec, Celso Pansera, a ideia é expandir o programa pelo Rio.

 

 

“O programa Faetec Digital é sucesso, porque hoje em dia a nossa vida necessita do computador, da internet. O que a Rede faz é garantir ao cidadão esse acesso gratuitamente, fazendo com que ele descubra um universo de possibilidades pela internet. Trabalhamos para expandir esses polos para mais municípios fluminenses”, disse Pansera.

 

 

Segundo o coordenador da Diretoria de Gestão da Informação, Aldo Ribeiro, a expectativa é de que os novos polos possam atender a um grande número de pessoas e incentivar a inclusão digital nessas comunidades. De acordo com ele, a previsão é de que, até o fim deste ano, outras regiões sejam contempladas com o projeto.

 

 

A Faetec Digital tem o objetivo de garantir o acesso gratuito a serviços online. Nas unidades o usuário pode realizar pesquisas escolares, navegar em redes sociais, receber e enviar e-mails, ter acesso à segunda via de conta de luz, água e telefone, além de manter contato com pessoas distantes. Desde sua inauguração, em 2007, o serviço atingiu a marca de 1,8 milhão de acessos.

 

Governo do Rio

0 comentários