Privilégio da Globo na cobertura de desfiles no RJ é contestado por sindicato dos jornalistas

Sindicato diz que jornalistas que não eram da Globo foram impedidos de fazer entrevistas
 

desfilerj

 

 
 
Em nota, o sindicato dos jornalistas profissionais do município do Rio de Janeiro contesta o privilégio da Rede Globo na cobertura dos desfiles de Carnaval no Sambódromo no Estado. Com a fiscalização das condições de trabalho no evento, a associação verificou melhorias com relação aos anos anteriores, porém repudiou o fato de somente um veículo de comunicação ter acesso a entrevistados. 
 
 
Segundo a entidade, dezenas de seguranças impediram o acesso dos jornalistas que não eram da emissora carioca a personalidades no local, o que caracteriza uma “política de favorecimento”. 
 
 
 

Na semana anterior ao espetáculo, a associação se reuniu com o Ministério Público do Trabalho para reivindicar atenção de seus fiscais às condições de trabalho dos profissionais de imprensa na Sapucaí. 

 
 

Após os acontecimentos, o sindicato deve encaminhar nesta semana denúncias sobre a violação de direitos ao Ministério Público. Entre eles está a agressão de um folião a um repórter fotográfico do jornal O Dia. O caso foi levado à Polícia Civil, cujos agentes localizaram o autor, que foi autuado e levado em seguida ao Juizado Especial local. 

 
 

0 comentários