Jovens representam o Rio em campeonato de Jiu-jítsu

Time de projeto social conta com 50 atletas de três comunidades
 

3103792

 

O projeto Geração UPP será representado por seus atletas no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jítsu deste ano. O time conta com 50 competidores, distribuídos entre as UPPs Providência, Cidade de Deus e Batan. O evento acontece no Ginásio Poliesportivo José Corrêa, em São Paulo, entre os dias 23 e 30 de abril.

 

– Os treinamentos foram intensificados e a determinação dos atletas é evidente. É um projeto muito gratificante e um celeiro de talentos. Estamos muito animados com o campeonato e comprometidos com o mesmo ideal – disse o cabo Flávio Luis, coordenador da Equipe Geração UPP da Cidade de Deus.

 

 

No ano passado, a equipe conquistou três troféus e 65 medalhas, sendo 16 de ouro, 20 de prata e 29 de bronze. O time também já ganhou um título internacional no maior campeonato de jiu-jítsu do mundo, o da International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF), na Califórnia, nos Estados Unidos. O responsável pelo feito foi o jovem de 16 anos, Gabriel Monteiro, do Morro da Providência.

 

De acordo com o soldado e relações públicas do projeto, a iniciativa superou as expectativas.

– Atingimos níveis de eficiência vistos somente em grandes equipes profissionais. Participar do principal campeonato do país consolida um trabalho, cujo resultado obtido nas últimas edições legitima as ações de proximidade ministradas por policiais militares e parceiros em comunidades com UPPs – explicou o policial.

 

 

Geração UPP beneficia 3,8 mil pessoas

O projeto social Geração UPP é considerado uma plataforma de descoberta de talentos das artes marciais. O programa beneficia 3,8 mil crianças, jovens e adultos de 19 comunidades com aulas de Judô, Jiu-jítsu, Karatê, Muay thai, Kickboxing, Taekwondo e Capoeira.

 

A iniciativa é patrocinada pela Legião da Boa Vontade (LBV), Concessionária Porto Novo e pela Super Rádio Brasil.

 

0 comentários