Prosegur Security utiliza drone na segurança do Rock in Rio 2017

Numa ação inédita em eventos de grande porte no país, equipamento monitora o espaço aéreo no entorno do Parque Olímpico
 

drone

 

A Prosegur, responsável pela operação de segurança do Rock in Rio pela quarta vez consecutiva, inova ao utilizar drone para monitorar o perímetro da Cidade do Rock. Com capacidade para alcançar 100 km/h, atingir 500 metros de altura e voar a 7 km de distância do seu operador, o equipamento tem acoplado uma câmera 4K que transmite as imagens em tempo real para o Centro de Operações da Prosegur. Caso haja uma suspeita de ocorrência, a equipe de segurança é acionada. Este ano, a Prosegur conta com 1200 homens, 50% a mais do que na edição passada. 

 

 

Seguindo as regras da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o equipamento não pode sobrevoar o público e deve permanecer a uma distância mínima de 30 metros da pessoa mais próxima – motivos pelos quais o sobrevoo é restrito ao entorno do Parque Olímpico, às margens da Lagoa de Jacarepaguá. “É a primeira vez que esta tecnologia é utilizada em um evento deste porte, já que o uso de drones só foi autorizado pela Anac em maio último. Esta inovação permite uma tomada de decisão mais rápida e precisa durante o Rock in Rio caso necessário”, explica Bruno Jouan, diretor da Prosegur Security. 

 

0 comentários