Novas regras para aferição de taxímetros

Novas regras para aferição de taxímetros
 

Taxista terão novidades na aferição anual do taxímetro, que este ano terá mudanças. A partir de 27 de abril, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro, Ipem-RJ, inicia em sua sede, na Piedade, a aferição de taxímetro dos 32 mil táxis que circulam na capital do Rio.

Os táxis terão um letreiro luminoso que acende, apaga e pisca uma luz na parte superior do teto, de acordo com a disponibilidade do táxi, que se popularizou com o nome de “bigurrilho”.

Para a presidente do Ipem, Soraya Santos, o decreto da Prefeitura do Rio, para a adaptação do bigurrilho nos táxis, vai melhorar muito a sinalização para o consumidor:

– A população vai perceber se o táxi está disponível se a luz estiver acesa, quando a luz estiver apagada ele está ocupado e quando a luz ficar piscando é porque o táxi está em chamada ou área de risco – explica Soraya.

Visando inibir os táxis piratas, outra novidade do órgão é que a partir desta aferição, ao vender o taxímetro ou a impressora do mesmo, o taxista deverá entregar ao Ipem placa de identificação do equipamento retirado.

A aferição pode ser agendada de três maneiras: pessoalmente no Instituto, por telefone através do 2332-4185 ou no endereço eletrônico do Ipem www.ipem.rj.gov.br, onde o taxista também poderá imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU), no valor de R$ 37,50. Ainda segundo Soraya Santos, o agendamento só poderá ser realizado 30 dias antes da data que consta no calendário.

Para o dia da vistoria, o taxista deve entregar no Ipem, os seguintes documentos: certificado de verificação do Ipem do ano anterior (2009); Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV); cartão de identificação de autônimo; selo de vistoria de 2009; tabela de preço com os valores atualizados pela Prefeitura do Rio e a GRU paga. Caso o carro possua GNV é necessário o certificado de homologação.

O Ipem vai verificar os taxímetros que tiveram o reajuste de 12% nos valores das corridas, ocorrido no mês passado, pois, o quilômetro rodado aumentou para R$1.40 na bandeira 1 e R$ 1.68 na bandeira 2.

Fonte: Ipem

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.