Operações Ipanema e Tijuca Presente já mostram resultados

 

Em uma semana de atuação, o programa Segurança Presente em Ipanema e na Tijuca já mostra resultados. Em Ipanema, sete pessoas já foram presas, quatro mandados de prisão cumpridos e um veículo roubado foi recuperado. Além disso, através de uma denúncia anônima, a equipe conseguiu apreender três aparelhos de clonagem de cartões (chupa cabra), em dois bancos da região. A iniciativa teve início em 3 de janeiro.

A operação na Tijuca também apresenta bom saldo. Foram 10 prisões, sendo oito de foragidos da Justiça e duas por flagrante de furto em estabelecimento comercial. Uma ocorrência de contravenção penal (jogo do bicho) gerou apreensão de uma máquina de registro de jogo, dois telefones celulares e cerca de R$ 200 em espécie.

Na Tijuca, os resultados vieram já no primeiro dia de atividade. Segundo o major Moisés Hora, coordenador da operação, houve um flagrante de furto em um estabelecimento comercial e três detenções de foragidos.

- No primeiro dia, tivemos já quatro ocorrências.  Foram quatro prisões, três delas foram de foragidos da polícia que nós conseguimos identificar após a abordagem policial. A quarta foi de um flagrante de furto em um estabelecimento comercial. Dos foragidos, um tinha sido condenado por tráfico de drogas, o outro tinha sido condenado por crime de roubo e o terceiro por furtos – revelou o major Moisés Hora, coordenador do Tijuca presente.

Em Ipanema, os resultados também foram imediatos, a apreensão dos três aparelhos de clonagem ocorreu no fim de semana.

- Nós recebemos uma denúncia e iniciamos a busca verificando cada banco. Acabamos encontrando dois aparelhos em uma agência e um em outra. Esse é um grande problema para a população – contou o capitão Jan Creveld, coordenador da Operação Ipanema Presente.

O superintendente das Operações Lei Seca, Segurança Presente e Barreira Fiscal, major Carlos Eduardo Falconi, destaca a importância da iniciativa e o compromisso com a população.

- O Governo está trabalhando em prol de uma sociedade segura. Chegamos com as Operações na Tijuca e em Ipanema para dar mais tranquilidade pra população destes bairros. Nós vamos fortalecer muito o trabalho dos nossos profissionais da ponta, cuidando da questão salarial, fornecendo equipamentos, dando toda a estrutura necessária para um trabalho digno e que reflita diretamente na prestação do serviço à população - disse Falconi.