Palácio das Laranjeiras abre suas portas para visitação pública

A partir de 10 de novembro grupos poderão conhecer o patrimônio nacional
 

O Palácio das Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, abre suas portas para o público a partir de sábado (10/11). O programa ‘Palácio das Laranjeiras de Portas Abertas’ acontecerá aos sábados, em dois grupos: às 9h e às 11h. Os visitantes serão guiados pelos alunos do curso Técnico em Guia de Turismo do Senac RJ, parceiro do Governo do Estado no projeto, vivenciando na prática as competências desenvolvidas em sala de aula.

 

 

O programa será realizado até o dia 15 de dezembro, portanto as vagas são limitadas a um total de 200 visitantes. Importante ressaltar que a inscrição para a visita guiada será feita exclusivamente por ordem de recebimento do e-mail.

 

O agendamento deverá ser feito através do e-mail visitapalaciodaslaranjeiras@casacivil.rj.gov.br. Os interessados devem informar a data e o horário (sujeitos à disponibilidade) junto com nome completo, número de documento de identidade com foto e telefone para contato. As mesmas informações serão necessárias para os acompanhantes.

 

Oficina de Restauro e de inclusão social
O planejamento para a execução do programa ‘Palácio das Laranjeiras de Portas Abertas’ surgiu logo após a conclusão das primeiras turmas da Oficina de Restauro de mobiliários e elementos pétreos, promovida pelo RioSolidario, obra social do Rio de Janeiro, em parceria com o Senac e o Sebrae.

 

– Idealizamos esse programa de visitação pública ao Palácio das Laranjeiras, após sua restauração, para que as pessoas tivessem a oportunidade de conhecer um pouco mais da história do Rio de Janeiro e também do país. É uma viagem cultural e histórica ao passado – disse a primeira-dama e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim.

 

Simbolismo político
O Palácio das Laranjeiras é um Palácio que conta a história do país e do Estado, através de anos de utilização pelos presidentes da República e por governadores, que receberam autoridades brasileiras e estrangeiras.

 

Após a venda, em 1947, pela família de Eduardo Guinle ao governo brasileiro, o Palácio foi utilizado para receber os presidentes estrangeiros em visita ao Brasil. Com a morte de Getúlio Vargas no Catete, em 1954, o presidente eleito Juscelino Kubistchek resolveu usar o Laranjeiras como residência oficial. Assim o palácio tornou-se o epicentro da política nacional, até que em 1975 o Presidente Marechal Ernesto Geisel passou o Palácio das Laranjeiras para o governo do recém-criado Estado do Rio de Janeiro e este continuou a sua trajetória, a partir de daí, como residência oficial dos governadores do estado.

 


Ambientes internos

Visitantes vão conhecer os vários ambientes internos como toda a área social, que inclui o hall de entrada, o grande salão de visitas – chamado Salão Luis XIV, o fumoir, a Sala de Música com o famoso piano inspirado no cravo de Maria Antonieta, o Salão de Jantar; e no pavimento superior, a biblioteca que abriga o Bureau do Roi, réplica do original de Versalhes; o Salão Império e a Galeria Regência.

 

A grande novidade vai ser a abertura ao público de ambientes de serviço e íntimos. O visitante poderá finalmente conhecer a Sala de Almoço, a Copa, oBoudoir, o Quarto do Casal, o Quarto das Crianças e o belíssimo banheiro de mármore. Esses locais, até então, ainda não haviam sido abertos à visitação pública.

 

Serviço:

‘Palácio das Laranjeiras de Portas Abertas’

Dias para visitação:

Novembro
: dias 10 e 24

Dezembro: dias 01, 08 e 15

Horários: 9h e 11h

Obs.: Em cada horário serão disponibilizadas 20 vagas.

Agendamento obrigatório para visitação: visitapalaciodaslaranjeiras@casacivil.rj.gov.br

 

 

Informações necessárias: nome completo, CPF, número de documento de identidade com foto e telefone para contato. Pode ser informada também uma das 5 datas e horários disponíveis, sendo que o agendamento vai depender da confirmação, via e-mail.

 

*Credenciamento da imprensa: até quinta-feira, dia 08/11, às 12h, pelo e-mail:
credenciamentogovernorj@gmail.com, enviando e-mail com os dados (nome e telefone) da equipe de reportagem.

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.