Para Associated Press – AP, casais gays não podem ser descritos como “marido” e “esposa”

Após polêmica, agência mudou comunicado sobre nomenclatura de casais homossexuais
 

 

Nesta semana, a agência de notícias Associated Press circulou um comunicado interno em que deu orientações para funcionários sobre como se referir ao falar de casais do mesmo sexo, informou o Huffington Post. 
 

Crédito:Divulgação
 
 
 
A nota acabou vazando e casou polêmica. “Casais do mesmo sexo: fomos questionados sobre como se referir a casais do mesmo sexo, que se descrevem como ‘marido’ e ‘esposa’. Nossa visão é de que tais termos podem ser usados em histórias da AP com atribuição [no meio de uma fala, por exemplo]. Geralmente, a AP usa ‘casais’ ou ‘parceiros’ para descrever pessoas em uniões civis ou casamentos do mesmo sexo”, dizia o comunicado.
 
 
 
Após o jornalista Jim Romenesko pedir ao veículo um esclarecimento, o porta-voz Paul Colford afirmou, via e-mail, que a nota foi rapidamente “reescrita e reeditada para o pessoal”. O novo texto permitia que os jornalistas usassem “marido” e “esposa”, caso o casal também usasse tais termos para se descrever.
 
 
 
“Por que a Associated Press acha que tem a autoridade para fazer o que equivale a um julgamento sobre a legalidade de casamentos do mesmo sexo em geral?”, questionou o blogueiro John Becker, do Huffington Gay Voices. “Sua obrigação é a descrição precisa dos fatos, e não a acomodação de intolerância homofóbica.”
 
 
Portal Imprensa
 
 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.