Paralisação da ETA Guandu para obra da Light

Paralisação da ETA Guandu para obra da Light
 
Nesta terça-feira (20/9), a Cedae irá interromper o funcionamento da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Guandu, a partir das 8h. A paralisação foi solicitada pela Light para realizar a conclusão da instalação da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) de Paracambi, no leito do Guandu. A Cedae vai aproveitar a paralisação do sistema para fazer a manutenção preventiva da ETA, evitando interromper a captação de água mais de uma vez no ano.
 
A paralisação da maior estação em volume de água tratada do mundo, conforme registrada no Guinness Book, o livro dos recordes, será iniciada às 8h e terá duração de 24 horas. A ETA Guandu é responsável pelo abastecimento de 85% da cidade do Rio de Janeiro e 75% do abastecimento a Baixada Fluminense, totalizando cerca de 7,6 milhões de pessoas. A Cedae montou esquema especial para atender hospitais, escolas e outros órgãos de atendimento essencial com carros-pipa no período em que a estação estiver inoperante.
 
Técnicos da Cedae farão uma vistoria minuciosa nos reservatórios e canais de água filtrada da estação de tratamento e nas adutoras e elevatórias que compõem o sistema abastecimento do Guandu. O abastecimento de água começará a ser normalizado logo após o religamento do sistema. Entretanto, em algumas áreas mais isoladas, como regiões mais altas e “pontas” do sistema, o abastecimento poderá levar até 48 horas após a conclusão dos trabalhos para ser restabelecido.
 
Construída em 1955, a ETA Guandu teve suas obras concluídas em 1963. A estação trata 43 mil litros de água por segundo, abastecendo cerca de nove milhões de habitantes.

Fonte: Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.