Pessoas com suspeita de gripe A terão mais leitos

Mais Leitos
 

O Ministério Público Federal (MPF/RJ) recomendou aos hospitais federais do município do Rio de Janeiro que cumpram a resolução conjunta das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde, que determina que cada um disponibilize dois leitos de terapia intensiva para pacientes que apresentem sintomas graves de gripe ou doença respiratória aguda. De acordo com a recomendação, os hospitais da Lagoa, de Ipanema, Cardoso Fontes, do Andaraí, Servidores do Estado e Bonsucesso deverão também, em caso de necessidade futura, oferecer outros leitos de UTI, além dos já determinados pelas Secretarias, bem como leitos de enfermaria.

Os procuradores da República Roberta Trajano, Daniel Prazeres e Marina Filgueira querem garantir a organização dos serviços de saúde no estado para que seja possível atender os casos de Influenza A, como recomendado pelo Plano Nacional de Contingência de Influenza.

A recomendação foi enviada ao secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Alberto Beltrame, ao diretor do Departamento de Gestão Hospitalar no Rio de Janeiro, Oscar Jorge Berro, e aos diretores dos hospitais federais citados.

O MPF fez a recomendação porque existe omissão por parte da direção geral desses hospitais, bem como da direção de cada um, e do próprio do Ministério da Saúde, em disponibilizar leitos para a central estadual de regulação, conforme previsto na legislação do SUS.

Se a recomendação não for cumprida, os responsáveis poderão responder a uma ação judicial.

 

 

Fonte: Ministério Público Federal

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.