Pezão sanciona lei que cria teto de gastos e viabiliza acordo com governo federal

A lei era a última das contrapartidas exigidas pelo governo federal para fechar o acordo de recuperação fiscal com o Rio
 
Agência Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, sancionou sexta, dia 30 de junho, a lei que define o teto de gastos para o os Três Poderes no estado, que foi aprovada dia 29 pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Não houve vetos e o texto será publicado no Diário Oficial do Estado na segunda-feira, dia 3 de julho. 

 

 

Com a salão, Pezão disse que o estado cumpre o conjunto de medidas necessárias para a assinatura do acordo com o governo federal. “É um acordo que mostra nossa capacidade de diálogo e união com os Poderes, o Congresso Nacional e o governo federal”, disse.

 

 

O governo fluminense informou que a partir da publicação da lei tratará junto ao Executivo federal das providências para a homologação da recuperação fiscal do Rio. Segundo Pezão, a adesão ao regime de equilíbrio financeiro possibilitará o reequilíbrio das finanças estaduais. Para o secretário da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, “o Rio de Janeiro caminha em direção à solução definitiva para a crise financeira do estado”.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.