Plantão Barra: Barra discute futuro sustentável

Moradores e autoridades defendem o ecossistema da região
 
Moradores e autoridades defendem o ecossistema da região
Na manhã de quinta-feira, dia 1º de setembro, diversas personalidades, empresários, líderes comunitários e presidentes de associações civis e comunitárias da Barra da Tijuca se reuniram no Hotel Sheraton, na orla da Barra para discutir com o poder público sobre o futuro sustentável do bairro, que está enfrentando diversas modificações viárias e está em fase de grande expansão imobiliária necessitando preservar o seu ecossistema.
O encontro contou com um discurso inicial da deputada estadual, Aspásia Camargo que ressaltou diversas questões:  “O Rio está prestes a abrigar mais um grande evento que é o Rio+20, na verdade, este evento será uma repetição, espero eu, com um ponto maior, com mais grandeza e com mais impacto internacional, da conferência que se realizou aqui em 1992 e que deixou profundas marcas e profundas consequências na história da nossa Cidade e também do nosso País. Hoje, o Brasil é identificado no mundo inteiro como um país que protege, que defende, que representa diplomaticamente o meio ambiente”.
Outro ponto específico salientado por ela foi à pobreza: “Se erradicarmos a pobreza, vamos  erradicar toda essa mazela de saneamento resolvendo esta questão ambiental, inclua-se aí água, esgoto e lixo. Temos que erradicar a pobreza e criar uma economia verde, porque ela resolverá um problema de extrema gravidade. Logicamente que temos preparar um PIB ambiental; não podemos contar a destruição de uma floresta como um PIB positivo, como crescimento econômico, isso é devastação e prejuízo”. 
A deputada também ressaltou o “New Deal Verde”. “Neste momento, uma das mais tentadoras propostas que temos no planeta é o “new deal” da economia verde. Porque hoje, o mundo diante desta crise que está aí derrubando as bolsas, todos nós sabemos que o meio ambiente é o motor da economia mundial. Se pusermos em pauta a questão da crise mundial, o papel que a indústria ambiental terá na reconversão do modelo de desenvolvimento e, portanto, na capacidade de voltar a crescer, estaremos dando uma contribuição imprevisível, extraordinária e isso pode mudar o destino do nosso planeta.”
Na ocasião, dois painéis nortearam o encontro. O painel 1 falou sobre a urbanização e sustentabilidade na região e contou com a participação de Eduardo Fagundes, eng.º da secretaria municipal de obras, José Conde Caldas, presidente da ADEMI e Ricardo Corrêa, diretor de Marketing da Carvalho Hosken que foram mediados por Patrícia Sá, da FVG. Os três falaram sobre as intervenções viárias da região e ressaltaram quais os principais pontos que eles focam em suas atividades para amenizar os danos causados ao ecossistema da Barra da Tijuca. 
Para Ricardo Corrêa, a Barra vive um momento de destaque. “Nas próximas décadas vamos viver momentos excepcionais. O mundo pensa no Rio, e o Rio pensa na Barra. Há 35 anos, a Carvalho Hosken  tem a Barra como foco. Um dos principais exemplos a destacar é o trabalho que fazemos em parceria com o Instituto Lagoa Viva e a Aqualung  na tentativa de despoluir o complexo lagunar. Esta hoje, é uma de nossas maiores prioridades quanto construtora e empresa de desenvolvimento urbano. Também focamos muito no paisagismo, uma das causas defendidas por nosso presidente Dr. Carlos Fernando de Carvalho.”, declarou.
O painel 2 falou sobre mobilidade urbana  e  sustentabilidade e contou com a participação de Waldir Perez, representante da secretaria estadual de transportes urbanos e Guilherme Wilson, diretor de operação e planejamento da FETRANSPOR.  Ambos falaram sobre os BRTS que em breve vão circular pela cidade e sobre os BRSs em circulação na Zona Sul. Waldir também ressaltou a preocupação da Linha 4 do metrô com o resgate da flora e da fauna que tem seguido os parâmetros internacionais e da reutilização de materiais.
O término do evento contou com um fórum de questões que foram debatidas através de perguntas encaminhas pela plateia aos palestrantes.

Fonte: Plantão Barra: Graça Paes

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.