Prefeitura celebra 451 anos da cidade com a exposição “Rio em fatos, fotos e curiosidades”

A mostra é uma comemoração ao aniversário da cidade e pode ser visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 11 às 17h
 
 

 

A Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) realiza, de 1º a 12 de março, a exposição “Rio: fatos, fotos e curiosidades”, que vai contar a história do Rio, seus bairros, monumentos e construções que se tornaram ícones na cidade desde o século passado. A mostra é uma comemoração ao 451º aniversário da cidade do Rio de Janeiro, celebrado nesta terça-feira (01/03). A exposição pode se visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 11 às 17h, no Centro Arquivístico da Secretaria Municipal de Urbanismo, na sede da Prefeitura do Rio (Avenida Afonso Cavalcante, 455, sala 1009) na Cidade Nova.

 

 

Além da história, a mostra apresenta também a arquitetura e urbanismo do Rio antigo, como, por exemplo, o Palácio Monroe, a Avenida Central (atual Rio Branco), o Theatro Municipal, a Praça XV, a Avenida Beira Mar, entre outros.

 

 

Luxuosas publicações contando a histórias de prédios que se se confundiram com a história da cidade estarão expostas para apreciação dos visitantes. Raridades como o livro sobre o Hotel Copacabana Palace é uma dessas publicações que narra como “o hotel inaugurou a praia e não a praia que descobriu o hotel”. Também o Hotel Glória está registrado em livro que conta sua história e a da família fundadora, os Tapajós. O hotel teve a marca do pioneirismo em vários setores: foi o primeiro prédio de concreto armado erguido no Brasil, inovou ao usar o sistema telefônico de PABX e instalar banheiros privativos em cada quarto e seu centro de convenções foi o primeiro da América do Sul.

 

 


O Theatro Municipal têm suas memórias publicadas no livro comemorativo de seus 100 anos de existência. A publicação mostra a maior casa de espetáculos do Brasil e uma das mais importantes da América do Sul, de beleza arquitetônica irretocável, que tanto honra o legado clássico como mostra estar inserida no tempo presente.

 

 

Entre as curiosidades estão também os cartões postais do início do século XX, que apresentam o Moinho Fluminense (1906) e o interior do Curtume Carioca (1932). Não se sabe ao certo quando o cartão postal chegou ao Rio de Janeiro, sabe-se, entretanto, que inicialmente eram impressos nas gráficas européias e fizeram enorme sucesso na “Capital da Beleza”. Chegaram até a levar a assinatura de celebridades tornando-se objeto de uma campanha filantrópica para ajudar as vítimas da seca do Nordeste no início do século XX.

 

 

Além dos cartões postais, cartazes de empresas aéreas européias que vendiam o Rio de Janeiro para seus passageiros também farão parte da exposição. De 1910 a 1940, os pontos turísticos cariocas eram apresentados nos anúncios comerciais dessas empresas que agora serão mostrados ao público.

 

 

  

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.