Prefeitura do Rio repassa R$ 450 mil para cada escola de samba do Grupo Especial

Crivella confirmou que em 6 de janeiro de 2018 será realizado um encontro das baterias das escolas de samba com a Orquestra Sinfônica Petrobras na Praia de Copacabana para aproveitar a estrutura montada para a festa de fim de ano
 
Foto: Paulo Araújo e Riotur

 

 

O prefeito Marcelo Crivella pagou, nesta quarta-feira, dia 1º, a primeira parcela da subvenção das escolas de samba do Grupo Especial. Cada agremiação recebeu R$ 450 mil para fazer o desfile do carnaval 2018. De acordo com o que foi combinado com a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa), até o dia 30 de novembro serão depositados mais R$ 450 mil. Como o acertado foi de que cada escola vai receber no total R$ 1 milhão da prefeitura, os R$ 100 mil restantes serão pagos quando todas as 13 agremiações realizarem a prestação de contas. “Estamos aqui hoje cumprindo o que foi prometido às escolas. Até o fim do mês, vamos pagar 90% do valor total da verba. Tenho certeza que a Liesa vai fazer o melhor carnaval de todos os tempos”,  destacou Crivella.

 

O prefeito entregou ao presidente da Liesa, Jorge Castanheira, um cheque simbólico de R$ 13 milhões, total da subvenção acertada entre as duas partes. “Estou até com medo de levar esse cheque na rua”,  brincou Castanheira, que foi à sede da prefeitura acompanhado do diretor de carnaval da Liesa, Elmo dos Santos.

 

Ao lado do presidente da Riotur, Marcelo Alves, o prefeito do Rio aproveitou para detalhar ao presidente da Liesa como será o show programado para o dia 6 de janeiro, primeiro domingo após o réveillon. A ideia é aproveitar a estrutura montada para a festa de fim de ano em Copacabana para realizar um encontro das baterias das escolas de samba com a Orquestra Sinfônica Petrobras.

 

O evento faz parte do calendário “Rio de Janeiro a Janeiro”, recentemente lançado pela prefeitura.

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.