Prefeitura inaugura ponto de distribuição do Passaporte Cultural do Rio no CCBB

O documento pode ser solicitado pelo site, e o usuário pode retirá-lo em um dos três pontos em funcionamento: Cinelândia, Terminal Alvorada e CCBB ou receber pelos Correios
 
 

A Prefeitura do Rio inaugurou na quarta-feira (15/06), o terceiro ponto de distribuição do Passaporte Cultural Rio, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Centro, de olho no forte movimento de turistas que virão à cidade durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O Passaporte Cultural Rio fomenta a gratuidade e descontos, de no mínimo 10%, em mais de 700 atrações culturais, além de estabelecimentos comerciais parceiros, como livrarias, bares e restaurantes, e serviços de transporte até setembro deste ano. Na internet, o site do passaporte apresenta versões em inglês e espanhol.

 

 – A cidade já tem uma vocação turística e esta nossa ferramenta servirá de estímulo ao consumo da produção cultural feita no município. Queremos que todo o fluxo turístico que estará no Rio viva essa experiência – comemorou o secretário municipal de Cultura, Junior Perim.

 

 

Além de Perim, o secretário executivo de Coordenação de Governo, Rafael Picciani, e o diretor do CCBB, Fábio Cunha, foram os primeiros a retirar seus passaportes no novo posto. A cerimônia também contou com a presença do diretor teatral, documentarista e escritor Marcus Faustini.

 

 

 

Picciani enfatizou que o passaporte é uma ótima oportunidade para que turistas e cariocas estejam por dentro da programação cultural da cidade e conheçam novos espaços:

– É um grande instrumento de inclusão da cultura na vida da população carioca e dos visitantes que estarão por aqui durante os Jogos.  Para garantir conforto aos turistas que já colocaram o CCBB nos seus roteiros turísticos pela Cidade Maravilhosa, o novo ponto de distribuição vai funcionar de quarta a segunda, das 10h às 20h.

 

O diretor da instituição cultural, Fábio Cunha, relembrou a experiência do ano passado com o Passaporte dos Museus Cariocas. Somente no CCBB foram distribuídas 20 mil unidades:

 

– Ao unir uma programação diversificada com qualidade, seja gratuita ou a preço popular, conseguimos chegar numa equação que faz com que nós tenhamos um grande público, tanto de brasileiros como de estrangeiros. unha.

Ex-office boy do CCBB na década de 80 e criador da Agência de Redes Para a Juventude, Marcus Faustini, explicou que o documento ajuda a organizar a experiência cultural da cidade:

 

– A cidade deixa de ser segmentada, estimula o acesso, além de trazer novos parceiros para a cultura no Rio. Estou louco para usar o meu.

 

 

Como fazer e usar o seu Passaporte Cultural Rio

O Passaporte Cultural Rio é semelhante ao documento usado em viagens: a cada atração ou estabelecimento visitado, o usuário ganha um carimbo para marcar a experiência. O documento pode ser solicitado pelo site, onde o usuário escolhe a opção de receber pelos Correios ou retirar em um dos três pontos em funcionamento: Cinelândia, Terminal Alvorada e CCBB.

 

 

Para brasileiros e estrangeiros residentes no Brasil, o passaporte é gratuito. Turistas estrangeiros pagam R$ 15. No site do passaporte estão disponíveis todos os detalhes das atrações que fazem parte do Circuito Cultural, incluindo sugestões de roteiros por região e por temas.
 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.