Presidente do COI se reúne com Temer e diz que Olimpíada é momento de união

O Parque Olímpico recebeu mais de R$ 39 bilhões, sendo R$ 22,2 bilhões da iniciativa privada e R$ 16,7 bilhões de recursos públicos
 

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, reuniu-se na manhã de 14 de junho com o presidente interino Michel Temer e afirmou que os Jogos Olímpicos devem ser um momento de união dos brasileiros, e não de divisões. “Os Jogos Olímpicos não são sobre política. Não são sobre divisões ou dividir pessoas. São sobre unir pessoas e unir os brasileiros para serem grandes anfitriões para o mundo”, destacou.

 

 

 

Bach evitou comentar o processo deimpeachment de Dilma Rousseff, cuja votação final no Congresso pode ocorrer durante os Jogos, marcados entre 5 e 21 de agosto. “Para manter esse caráter unificador [dos Jogos], temos que nos manter fora das divisões políticas”, disse Bach, que acrescentou que o COI “confia na democracia brasileira”.

 

 

 

O presidente do COI afirmou que os últimos dias antes dos Jogos Olímpicos são sempre os mais difíceis da preparação e disse que, depois do encontro com Temer, sai mais confiante de que os Jogos serão bem sucedidos.

 

 

 

Os dois se reuniram no Parque Olímpico da Barra, na zona oeste do Rio, onde Temer faz uma visita com parte da equipe ministerial e representantes do governo do estado do Rio, entre eles, o governador em exercício Francisco Dornelles. Segundo a Empresa Olímpica Municipal (EOM), as obras do parque estão 98% prontas e duas instalações ainda estão em obras. O Centro de Tênis está com 93% dos trabalhos concluídos, e o Velódromo continua a ser a obra mais atrasada, com 89% terminados.

 

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.