Projetos desenvolvidos para o Mundial

Projetos desenvolvidos para o Mundial
 
Os legados da Copa de 2014 para o Rio
 
O secretário-chefe da Casa Civil, Regis Fichtner, apresentou ontem, no Senado Federal, as ações do Governo do Estado para a realização da Copa do Mundo de 2014. A palestra integrou o seminário “Primeira Avaliação Parlamentar da Copa do Mundo de 2014”, organizado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Casa, com o objetivo de orientar os senadores sobre os preparativos do Brasil para o Mundial. 
 
A Secretaria da Casa Civil é a coordenadora geral dos órgãos estaduais envolvidos na organização da Copa e a interlocutora direta do governo estadual com as demais níveis de governo, a Fifa e a CBF. O papel da secretaria é gerenciar as obrigações e as oportunidades relacionadas à Copa do Mundo com o objetivo de deixar um legado para a população.
 
A reforma do Maracanã, orçada em R$ 860 milhões, com previsão de conclusão em fevereiro de 2013, e as adaptações no Porto do Rio, cuja licença ambiental já foi concedida pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), estão entre as ações apresentadas.
 
Segundo Regis Fichtner, o Governo do Rio está preparado para cumprir com as suas responsabilidades. "Trabalhamos para transformar o Rio em um lugar próspero, seguro e ambientalmente sustentável. Estamos empenhados principalmente na reconquista da segurança pública e da cidadania, na reconstrução da gestão pública e na atração de grandes eventos, o que já vem acontecendo", disse. 
 
Segurança, saúde e transportes
 
 O secretário também destacou obras e projetos que o governo vem implementando desde 2007 na área de segurança, como as UPPs, a criação do Centro de Comando e Controle e a construção da Cidade da Polícia. Também foram apresentadas iniciativas na área de saúde, com destaque para a implantação das UPAs, três centros de trauma, centro de imagem, criação do instituto de transplantes e avanços na área de tecnologia da informação.
 
Regis Fichtner enfocou, ainda, o setor de transportes, com a comprar 120 trens novos para a SuperVia e a aquisição de 19 novas composições para o metrô.Alun
 

Fonte: Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.