Prove chega a órgãos públicos no Centro do Rio

Reciclagem
 
A coleta de óleo de cozinha pelo Programa de Reaproveitamento de Óleo Vegetal (Prove), que recolhe cerca de 400 mil litros por mês, chega hoje (14/9) às imediações do edifício-sede da Secretaria de Estado do Ambiente, na Praça Mauá, no centro do Rio. Participam dessa etapa do programa o Ministério da Agricultura, o Instituto Nacional de Tecnologia (INT), a Receita Federal e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).
 
As bombonas destinadas ao descarte do óleo ficarão posicionadas em locais de fácil acesso para os funcionários dos órgãos públicos. O comércio da área próxima também será incentivado a recolher o óleo vegetal utilizado no preparo de alimentos. Na mesma região, o Hospital dos Servidores e o Tribunal de Justiça Federal devem aderir ao Prove posteriormente.
 
Segundo a secretária do Ambiente, Marilene Ramos, o recolhimento do óleo é duplamente útil ao meio ambiente. “Uma por ser usado como matéria-prima para biodiesel e sabão pastoso e outra porque evita o entupimento da rede de esgoto da cidade”, afirmou.
 
O Prove é operado por 40 cooperativas de catadores de materiais recicláveis, que recolhem o óleo vegetal usado em estabelecimentos cadastrados. Os integrantes da cooperativa recebem cerca de R$ 1 por litro de óleo repassado às empresas de reciclagem.
 
O programa foi implantado em abril de 2007 e segundo a Secretaria de Ambiente do estado, anualmente são recolhidos cerca de 4,5 milhões de litros de óleo vegetal.

Fonte: Agência Brasil

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.