Rapaz de 18 anos é atingido por bala perdida em Cascadura, RJ

Cheio de sonhos, o rapaz tinha começado a faculdade de educação física e estava prestes a tirar a carteira de habilitação
 

 

 Na noite de segunda, dia 11, o jovem William Davi de Almeida Novaes Cordeiro, de 18 anos, foi atingido por tiros quando voltava para casa em Cascadura, na Zona Norte do Rio. A vítima estava na Rua Cametá, quando foi atingido por uma bala perdida na barriga. O tiro partiu de um confronto entre bandidos e um major da Polícia Militar, durante uma tentativa de assalto. O PM, que não quis ser identificado, estava saindo de casa de carro, quando foi abordado por outro veículo onde estavam três assaltantes. 
 
 
 
Foto: Reprodução / TV Globo

Foto: Reprodução / TV Globo


 “Um dos elementos veio na minha direção, falou “perdeu”. Eu falei: “Tá tranquilo”. Perdi. Aí, meti a mão na pistola, que já estava no banco do carona. Quando ele me viu pegar a pistola, ele começou a atirar e correr. Correu atirando e eu de dentro do carro atirei nele também, né. E ele se juntou aos outros dois e começaram a atirar. Atiraram e a eu atirei de dentro do carro”, explicou o policial.
 
 
 
O vidro traseiro do carro do policial ficou cheio de marcas de bala. Ele contou que socorreu William Davi, assim que percebeu que o jovem foi atingido. Levou pro Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier.
 
 
 
William teve uma hemorragia interna e não resistiu.   “A tarde toda ele passou na minha casa, almoçou comigo. Ficamos brincando. Inclusive, eu tô com cheiro do perfume dele, que ele espirrou no meu braço, me beijou. Cheio de saúde, garoto bonito saudável, do bem, do bem. Meu coração tá aqui partido. Minha família mais uma vítima dessa violência cruel do Rio de Janeiro. Espero que as autoridades tomem as providências cabíveis, que punam os culpados”, afirmou Leandro Tadeu, tio de William.

 

 

 

Nas redes sociais, parentes e amigos fizeram publicaram mensagens homenageando o rapaz. “Hoje eu perdi um pedaço de mim, meu primeiro sobrinho, meu afilhado, meu amigo, meu filhinho, sobrinho do meu coração, me lembro de quando você nasceu! Não me cabia de tanta felicidade!!! Sei que você está nos braços do pai, isso é que conforta o meu coração! Te amo pra sempre!!!”

 

 

 

Os três criminosos fugiram logo depois do tiroteio. A Divisão de Homicídios da Capital está investigando o caso e fez perícia no local pra descobrir de quem partiu o tiro que acabou matando William Davi. Durante a madrugada, o policial militar e o pai do jovem estiveram aqui pra prestar depoimento.

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.