Recomeça julgamento dos acusados

Recomeça julgamento dos acusados
 

O júri popular de dois acusados de matar o milionário da Mega-Sena Renê Sena terá continuidade nesta terça-feira (7), a partir de 9 horas, no Fórum de Rio Bonito, na Rua Desembargador Itabaiana de Oliveira, nº 95, no Centro da cidade. A expectativa é ouvir as testemunhas de defesa dos dois réus, que são cinco para cada um. Entre as de defesa de Anderson Silva de Souza estão Miguel Sena, irmão da vítima, e Renata Almeida Sena, filha de René. 
O julgamento dos dois ex-seguranças do milionário René Senna, assassinado em janeiro de 2007, o ex-PM Anderson Silva de Sousa e o funcionário público Ednei Gonçalves Pereira começou nesta segunda-feira, com os dois sendo acusados de serem os autores dos disparos que mataram René.
Já foram ouvidas três testemunhas e, por volta das 19h30, o julgamento foi suspenso para retornar em seguida com o depoimento da quarta testemunha, Sergio Luiz Alves da Silva. Ainda nesta noite, deverão também depor, Roberto Ramalho Guimarães, Márcio Martins de Souza e José Maurício Alonso Pinhero. A intenção da juíza Roberta dos Santos Braga Costa é concluir, nesta segunda-feira, os depoimentos das testemunhas arroladas pelo Ministério Público.
Os réus respondem por homicídio duplamente qualificado – motivo torpe e mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima – e furto qualificado.
De acordo com a denúncia do MP, o crime foi encomendado pela viúva do milionário, Adriana Ferreira Almeida, e envolveria mais três pessoas: o cabo da Polícia Militar Marco Antônio Vicente, o sargento Ronaldo Amaral de Oliveira, o China; e a professora de educação física Janaína Silva de Oliveira, mulher de Anderson. Estes, porém, entraram com recursos e ainda não têm data prevista para irem a júri popular.
René Senna foi morto a tiros ao ser surpreendido quando tomava cerveja em um bar, na localidade de Lavras, Rio Bonito. Ele foi o ganhador de R$ 51, 8 milhões da Mega-Sena em 2005.

 

Fonte: Agência Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.