Remuneração chega a R$ 1.100

vagas temporárias
 

O governador em exercício Luiz Fernando Pezão autorizou a contratação temporária de professores para a execução do projeto ProJovem Urbano nos estabelecimentos penais do Estado do Rio de Janeiro. O decreto n° 41.941 foi publicado no Diário Oficial de ontem.
A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) abrirá 13 vagas para educadores nas áreas de Qualificação Profissional, Ciências Humanas, Língua Inglesa, Matemática, Português, Ciências da Natureza e Qualificação Cidadã.
A remuneração será de R$ 1.100. As contratações serão realizadas no prazo de até 20 meses.
Os professores selecionados terão ainda direito à licença maternidade ou paternidade, férias e verba indenizatória por rescisão unilateral imotivada por parte da Administração, segundo o governo estadual.
As normas complementares que se referem aos critérios de recrutamento, dando-lhe ampla divulgação de todas as fases da seleção e convocação, serão publicadas pela Secretaria de Administração Penitenciária em até dez dias.
Fonte: Governo do Estado

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.