Réveillon de Copacabana festeja a chegada de 2018 com 17 minutos de queima de fogos

A Riotur espera receber público recorde na virada de ano
 

MetrôRio realiza operação especial de Réveillon

Na sexta-feira (29), foi realizada a vistoria das balsas oceânicas que acondicionam as 25 toneladas de fogos que iluminarão o céu de Copacabana no Réveillon Rio 2018. Para celebrar a chegada do novo ano, a festa em Copacabana terá uma longa queima de fogos, com 17 minutos de espetáculo pirotécnico sincronizado a uma trilha sonora desenvolvida especialmente pelo produtor musical Daniel Lopes. No céu, vinte e cinco toneladas de fogos multicoloridos serão disparadas de onze balsas e formarão imagens como figuras geométricas, corações, estrelas, carinhas felizes, círculos e espirais, com um grande final em tom de dourado.

 

O espetáculo coreografado e piromusical, assinado pela Vision Show, terá grandes pinturas no céu, acompanhadas por músicas apoteóticas, com elementos eletrônicos e do samba. O evento é promovido pela Prefeitura do Rio, por meio da Riotur. “Pretendemos oferecer à cidade o maior e melhor réveillon de todos os tempos. Buscamos parceiros para minimizar o investimento público e estamos trabalhando para ter um evento à altura da cidade do Rio de Janeiro. Teremos mais tempo de queima de fogos, para encantar cariocas e turistas, infraestrutura potente com o apoio dos órgãos públicos e uma programação musical para todos os gostos. Será um Réveillon épico!”, afirma Marcelo Alves, presidente da Riotur.

A Capitania dos Portos realizou uma operação de fiscalização das condições das balsas, dos rebocadores e das lanchas de apoio, todos envolvidos nas festividades do Réveillon, a fim de garantir que atendam ao padrão de segurança da navegação exigido pela Autoridade Marítima brasileira. Além disso, a CPRJ estabelece o correto posicionamento das balsas, coordena o movimento dos navios de cruzeiro e fiscaliza as embarcações que estarão no evento. Este ano, são esperados na praia de Copacabana seis navios de passageiros e cerca de 250 embarcações de turismo náutico e de esporte e recreio.

“A Capitania dos Portos do Rio de Janeiro (CPRJ) aprovou as balsas para o Réveillon 2018. Após 4 semanas de intensos trabalhos de vistoria, foram concluídas as Inspeções em todas as 18 balsas, 13 rebocadores e 15 lanchas de apoio que participarão do evento da queima de fogos nas praias de Copacabana, Flamengo e Icaraí. A CPRJ atestou que as condições destas balsas, rebocadores e lanchas de apoio atendem ao padrão de segurança da navegação exigido pela Autoridade Marítima brasileira, autorizando a sua participação no evento”, explica o Capitão dos Portos do Rio de Janeiro, Capitão de Mar e Guerra Sergio Renato Berna Salgueirinho.

 

A Riotur espera receber público recorde em Copacabana para diversos shows no dia 31 de dezembro, como a cantora Anitta, que entrará em cena logo após a queima de fogos, sendo seguida pelas escolas de samba campeãs do carnaval de 2017: Portela e Mocidade Independente de Padre Miguel. Antes da virada, o evento contará com apresentações de Frejat, Cidade Negra, Alex Cohen, Belo, Ana Petkovic e os DJs Tucho e Luis Henrique, no palco criado pelo VP de criação da SRCOM Abel Gomes. Os atores André Marinho e André Marques serão os mestres de cerimônias do grandioso evento. Este ano, o tema será o Réveillon do Abraço, remetendo à solidariedade.

O Réveillon de Copacabana tem o patrocínio do MINC (Ministério da Cultura), SEC (Secretaria Estadual de Cultura) da Caixa Econômica Federal, Petrobras, BNDES Giro e Antarctica e conta ainda com o apoio da SPU (Secretaria do Patrimônio da União), ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro). Com produção da SRCOM, o Réveillon de Copacabana é um evento oficial do Calendário Rio de Janeiro a Janeiro.

Números
● 17 minutos de fogos
● 11 balsas oceânicas
● 25 toneladas de fogos
● 17 mil bombas
● 9 mil efeitos de menor calibre
● 250 metros de distância entre as balsas
● 400 metros de distância entre a areia de Copacabana e as balsas
● 12 telões
● 30 torres de som

 

Todos os cidadãos podem colaborar com a fiscalização, enviando informações para o Whatsapp (98218-6968), ou para o telefone do disque denúncia da CPRJ (2104-5480), a fim de permitir a identificação de irregularidades e sua decorrente apuração. 

 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.