Rio de Janeiro volta a receber etapas do circuito de surf

Elite nacional da modalidade se reúne na praia da Barra da Tijuca
 

 

Após ficar de fora por um período do Circuito Brasileiro Profissional de Surf, o Rio de Janeiro volta a receber uma etapa da principal competição nacional da modalidade. A partir de sexta (4/5) até domingo (6/5), na praia da Barra da Tijuca, será realizado o Rio Surf Pro Brasil 2018, atividade que antecede a quarta etapa da Liga Mundial de Surfe (WSL), que acontecerá entre os dias 11 e 20 de maio, em Saquarema.

A competição, que pretende reunir 120 atletas nas categorias masculino e feminino, é uma contrapartida social do Digital Surf 2017, apoiado pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, por intermédio da Lei de Incentivo ao Esporte.

– Nada mais justo do que trazer de volta para o Rio de Janeiro o Circuito Brasileiro Profissional de Surf, uma vez que a modalidade tem o espírito do carioca, que gosta de esportes ao ar livre. O retorno desta competição só reforça a vocação do estado em sediar grandes eventos esportivos – disse o secretário de Esporte, Lazer e Juventude, José Ricardo Brito.

O evento é promovido pela Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp). De acordo com a organização, as premiações somam R$ 40 mil. Além dessas duas, haverá uma outra categoria destinada aos masters do surf – pessoas acima de 45 anos.
 

Em parceria com a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, a Associação Brasileira de Surf Profissional vai oferecer seis inscrições gratuitas para surfistas carentes da cidade do Rio de Janeiro. A triagem, a cargo da Abrasp, levará em conta a capacidade técnica do atleta, bem como a condição social.

Durante a competição, uma campanha de incentivo à doação de casacos e agasalhos para o inverno será realizada. O material será encaminhadas para uma instituição indicada pela secretaria.

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.