Rio Open traz exposição do International Tennis Hall of Fame ao Brasil pela primeira vez

A competição será realizada de 15 a 21 de fevereiro no Jockey Club Brasileiro, na Gávea, Zona Sul do Rio
 

vi015 -Tapume site IMM

 

Esta será a primeira vez que o mais nobre salão da fama do tênis, International Tennis Hall of Fame, o maior museu de tênis do mundo, que tem sede em Newport, Rhode Island, nos Estados Unidos, vem ao continente. E o público presente na terceira edição do maior torneio de tênis da América do Sul poderá apreciar, com exclusividade, uma exposição incrível, reunindo homenagens aos maiores astros da história do esporte. 

  

Rio-Open

 

Um dos temas da exposição que o Hall of Fame trará ao Rio Open será a história do tênis nas Olimpíadas. O material que será exibido conta com informações dos medalhistas de cada edição dos Jogos. Além disso, a mostra vai exaltar dois ícones do tênis brasileiro: Gustavo Kuerten, o Guga, e Maria Esther Bueno, que integram o Hall of Fame.

 

 

 

Os fãs que forem ao Rio Open vão encontrar o International Tennis Hall of Fame no Leblon Boulevard, uma área interativa que contará também com lojas, food-trucks com muitas opções gastronômicas, um telão que exibirá as partidas, assim como stands de patrocinadores. A exposição promete ao público uma emocionante viagem aos grandes momentos do tênis imortalizados na história do esporte.

 

 

Enquanto o Rio Open não começa, as quadras do Jockey Club já estão lotadas com os tenistas se preparando para o torneio. 

 

 

 

SOBRE O RIO OPEN

O Rio Open é o único torneio na América do Sul a reunir simultaneamente uma etapa do ATP World Tour 500 e do WTA International. Primeiro ATP World Tour 500 da história do Brasil, também marcou a estreia de uma etapa do circuito WTA no Rio de Janeiro. Faz parte de um seleto grupo de treze torneios denominados ATP 500, sendo um dos 22 mais importantes do calendário da ATP. Isso o credencia como o maior evento esportivo anual da cidade, e um dos únicos torneios ATP 500 de saibro no mundo, junto com Barcelona e Hamburgo. 

 

 

Atletas de ponta do esporte já disputaram o torneio. Além do espanhol Rafael Nadal, campeão de 2014 e um dos maiores ídolos do esporte, os conterrâneos David Ferrer, campeão da edição de 2015, e Tommy Robredo, e o italiano Fabio Fognini, já jogaram o Rio Open. Entre as mulheres, destaque para a italiana Sara Errani, campeã de 2015 e para sua compatriota Roberta Vinci, finalista do US Open no ano passado. 

 

 

Para a edição de 2016 estão confirmados Rafael Nadal, Jo-Wilfried Tsonga, John Isner, David Ferrer, Jack Sock, Dominic Thiem, Fabio Fognini; Francesca Schiavone e os brasileiros Teliana Pereira, Thomaz Bellucci, Marcelo Melo, Bruno Soares e André Sá, entre muitos outros tenistas.

 

 

 

Além dos jogos e treinos que acontecem nas nove quadras de saibro, sendo uma delas o estádio central, que tem capacidade para 6.200 pessoas, há uma área interativa, o Leblon Boulevard, com diversas atrações para o público, com stands, lojas e Praça de Alimentação. 

 

 

 

Em 2015, a segunda edição do evento, o Rio Open levou cerca de 55 mil pessoas para as arenas de saibro montadas especialmente para o evento no Jockey Club Brasileiro. Foram oito dias de evento, com 110 jogadores de 19 nacionalidades, 92 partidas, 350 jornalistas credenciados e transmissão para 182 países. 

 

 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.