Rio tem nova licitação de ônibus

Quatro vencedores circulam com novas regras
 

O prefeito Eduardo Paes e o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, assinam o contrato com os quatro consórcios vencedores da licitação para operar os ônibus municipais nos próximos 20 anos. Entre as mudanças que já serão sentidas pelos passageiros nos próximos meses estão, além da implantação do bilhete único no dia 30 de outubro no valor de R$ 2,40, a nova identificação dos veículos e remodelação dos terminais. O novo modelo de ônibus da cidade, com cores padronizadas por região, será apresentado durante a solenidade. 

Para aumentar o poder de fiscalização do município, a prefeitura criou o novo Código Disciplinar do Serviço Público de Transporte de Passageiros por Ônibus, que prevê penalidades mais rígidas aos operadores. Pela primeira vez no Rio de Janeiro, as empresas de ônibus terão status de concessionárias, com obrigações legais, e passíveis de sanções por parte do poder concedente em caso de descumprimento das regras. Maus serviços prestados, por exemplo, podem levar até a anulação da concessão.

As empresas Intersul, Internorte, Transcarioca e Santa Cruz serão responsáveis respectivamente pela operação dos ônibus nas quatro áreas licitadas: Zona Sul e Grande Tijuca; Zona Norte; Baixada de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Recreio; e Zona Oeste. A região central, por ser área de uso comum às quatro operadoras, não foi objeto da licitação.

 

Fonte: Prefeitura do Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.