Secretaria do Ambiente investe na Sustentabilidade

Novo conceito terá como foco o planejamento de políticas sustentáveis
 

 

A Secretaria do Ambiente ganhou um ‘S’ de Sustentabilidade. O novo conceito da pasta estadual será a marca da gestão da secretária Ana Lúcia Santoro. As ações desenvolvidas terão como foco pensar em novas soluções para problemas atuais. Entre os temas está a questão dos resíduos.

– É um compromisso do governador Wilson Witzel garantir o desenvolvimento sustentável. Por isso, colocamos a palavra Sustentabilidade no nome da secretaria. Vamos trabalhar com os pilares deste conceito, que são o ambiental, o econômico e o social. São estes pilares que sustentam um desenvolvimento duradouro, uma vez que os recursos são limitados e os resíduos se tornam um problema. E é aí que entra a ideia de economia circular e da gestão circular dos resíduos – explicou a secretária.

 
Conceito amplamente difundido, a Economia Circular propõe a redução, a reutilização, a recuperação e a reciclagem de materiais e energia. De acordo com a secretária, o grande desafio da pasta será viabilizar programas de reutilização de resíduos em larga escala.

 
– Quando falamos em resíduo, pensamos em lixo, mas resíduo é tudo que sobra de determinada atividade, inclusive o esgoto doméstico. É possível , por exemplo, reduzir poluição ambiental transformando esgoto em água de reuso para abastecer um polo industrial ou subsidiar atividades do estado que não necessitam de água potável, priorizando a água tratada para usos nobres, como consumo humano – afirmou.

 
Foco Inovação

 
Resíduo é o tema da campanha anual da Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade em 2019, chamado Foco Inovação Seas (FINS). De acordo com Ana Lúcia Santoro, uma das metas dos 100 dias é a realização de um concurso de inovação na gestão de resíduos sólidos.

 
– Vamos identificar os melhores projetos no Estado e avaliar a possibilidade de aplicação como protótipo. Como estratégia de implementação do Plano Estadual de Resíduos Sólidos, a secretaria promoverá o apoio técnico necessário para aumentar o índice de coleta seletiva dos municípios – afirmou.

 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.