Estado vai premiar os melhores empreendimentos em áreas com UPP

Inscrições podem ser realizadas até o dia 19 de novembro
 

Nova-UPP

 

Até o dia 19 de novembro, empreendedores de comunidades pacificadas têm a chance de se inscreverem no prêmio Empreendedor na Comunidade 2013. Comerciantes e criadores de projetos inovadores irão disputar premiações em dinheiro, totalizando mais de R$ 40 mil, concedidas pelo Governo do Estado. A entrega das condecorações, criadas pela AgeRio (Agência de Estadual de Fomento), acontece no dia 4 de dezembro, no Palácio Guanabara.

 

Para participar da disputa, é preciso estar inscrito nos projetos de financiamento de microcrédito oferecidos pela AgeRio. O segundo passo é se inscrever para concorrer. Para isso, o negociante que atua em áreas com Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) deve preencher um questionário. O documento pode ser solicitado ao agente de capacitação da agência de fomento. Também é preciso comprovar o pagamento de todas as parcelas do financiamento.

 

O concorrente também pode enviar vídeos ou fotografias do negócio ou da ação desenvolvida. São aceitos ainda depoimentos gravados do empreendedor relatando as atividades. É preciso encaminhar também todas as mídias em documentos constando CPF e CNPJ, se for o caso.

 

Ao todo, o candidato pode concorrer em até cinco categorias. Entre elas estão jovem empreendedor, de 18 a 29 anos, mulher empreendedora, negócio sustentável, na qual o empreendedor usa como matéria prima produto reciclável, e inovação. Todos os participantes disputam o prêmio Negócio de Sucesso. A premiação privilegia impacto, abrangência e inovação. 

 

O Prêmio Empreendedor da Comunidade 2013 irá pagar R$ 5 mil ao vencedor da categoria principal. Os ganhadores dos prêmios temáticos receberão R$ 4 mil (1º lugar), R$ 3 mil (2º lugar) e R$ 2 mil (3º lugar).

 

Para definir os ganhadores, a AgeRio vai analisar todos os projetos inscritos e dar nota, de acordo com critérios previstos no edital. Entre eles estão: planejamento, inovação e sustentabilidade. O empreendedor precisa mostrar capacidade de criar algo diferente, manter a ideia e usá-la em benefício da comunidade e assegurar que o projeto é bem gerenciado e não corre risco de sofrer impactos administrativos e financeiros.

 

Também contarão notas a abrangência, a gestão de pessoas e a capacidade de geração de renda. Este processo acontece entre os dias 20 e 21 de novembro. Depois de receber as inscrições, a agência de fomento do Estado realiza uma triagem. Consultores escolherão os 30 melhores negócios, em uma primeira etapa.

 

– Cada um deles receberá a visita de um técnico, que comprovará todas as informações. Depois de tudo isso, sairão os melhores em cada categoria e o vencedor-geral – disse Élber Martins, diretor de Microcrédito da AgeRio, ressaltando que as visitas estão marcadas para o período entre 21 e 27 de novembro.

 

A última etapa do processo de escolha dos vencedores será feita pela banca avaliadora. Com base nos questionários e nos relatórios elaborados pela comissão de visita técnica, estabelecerá uma classificação para evidenciar os empreendimentos melhor avaliados.

 

A AgeRio concede crédito a empreendedores formais e informais de comunidades pacificadas do estado. Desde a criação do programa, já foram concedidos cerca de R$ 4 milhões em operações. Este mês, foi atingida a marca de mil financiamentos realizados.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.