Sistema de Metas reduz violência no Rio

Sistema de Metas reduz violência no Rio
 
A terceira etapa do Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados da Secretaria de Segurança chega ao fim conquistando um de seus maiores objetivos: incentivar policiais em diversas áreas da capital e do Estado a reduzirem de forma consistente índices de violência considerados estratégicos pela Seseg, como homicídio doloso, roubo seguido de morte, roubo de rua e roubo de veículos. Como gratificação pelos bons resultados, os policiais receberão bônus que variam de R$ 1 mil até R$ 3 mil.
 
O melhor resultado entre as Áreas Integradas de Segurança Pública foi a AISP 19, em Copacabana (zona sul), seguida pela AISP 29, em Itaperuna (interior do Estado) e pela AISP 6, na Tijuca (zona norte). Entre as unidades especiais da Polícia Militar e da Polícia Civil, a primeira colocada foi a Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), seguida do Regimento de Polícia Montada (RPMont) e pela Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA). A Região Integrada de Segurança Pública (RISP) mais bem colocada foi a 1, que compreende os bairros do Catumbi, Cidade Nova, Estácio, Rio Comprido e Santa Teresa.
 
Em Copacabana, o crime que mais reduziu foi o roubo de rua, que caiu de 684 casos no segundo semestre de 2009, para 367, no mesmo período de 2010, uma queda de 46%. Na Tijuca, a redução mais significativa foi no roubo de veículos: 556 para 210, ou 62%. Em Itaperuna, um dos melhores índices de redução foi nos homicídios, que passou de 23, para 12 casos, uma redução de 11%.
A solenidade de premiação acontecerá na próxima terça-feira, às 10h, no Teatro João Caetano, na Praça Tiradentes. Todos os policiais de AISP´s que bateram suas metas também serão premiados. Os resultados referem-se ao segundo semestre de 2010.
 
-O Sistema de Metas estimula o trabalho integrado entre as polícias, reconhece o mérito dos profissionais e, sobretudo, introduz novos mecanismos de análise criminal – afirma o subsecretário de Planejamento e Integração Operacional, Roberto Sá.

Fonte: Governo do Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.