Suspenso atendimento aos planos de saúde

Paralisação médica particular
 

O protesto, um desdobramento da paralisação de 7 abril, é contra as operadoras que se recusam a negociar reajustes de honorários e insistem em interferir na autonomia dos profissionais
 
Nesta quarta-feira (21 de setembro), os médicos fazem um protesto nacional contra as operadoras de planos de saúde que mantém postura abusiva e antiética na relação com os profissionais. Durante 24 horas, será suspenso o atendimento a essas empresas em consultórios, ambulatórios e hospitais de todo o país como forma de chamar a atenção da sociedade para os prejuízos causados ao exercício da boa Medicina e à qualidade da assistência oferecida aos pacientes. Em nove estados, a suspensão atingirá todas as empresas de saúde suplementar. Em outros 15, a mobilização afetará consultas e procedimentos de planos selecionados localmente. Confira no site do CFM informações sobre a paralisação e saiba quais são os planos-alvo da paralisação em seu estado.

Fonte: Conselho Federal de Medicina

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.