Bondes de Santa Teresa voltam a funcionar em junho de 2014

Bondes de Santa Teresa voltam a funcionar em junho de 2014

O governo estima gastar R$ 100 milhões com as obras de reestruturação, entre a troca de dez quilômetros dos trilhos atuais pelos originais do sistema, assim como a rede aérea, os novos 14 bondes e reformas nas paradas e na oficina