Fifa defende direito de brasileiros de se manifestar, mas condena violência

Fifa defende direito de brasileiros de se manifestar, mas condena violência

Segundo a assessoria de imprensa da entidade, a federação está em contato permanente com as polícias, mas por enquanto não há previsão de aumentar a segurança das delegações ou dos entornos dos estádios