Justiça arquiva processo contra acusado de lançar coquetel molotov em protesto no Rio

Justiça arquiva processo contra acusado de lançar coquetel molotov em protesto no Rio

O Ministério Público considerou que apenas a palavra do policial militar que prendeu Bruno não é “indício suficiente de autoria para justificar a deflagração da instância penal, em não havendo outras provas”