Justiça do Egito condena integrantes da Irmandade Muçulmana à prisão perpétua

Justiça do Egito condena integrantes da Irmandade Muçulmana à prisão perpétua

O guia supremo do movimento, Mohamed Badie, e vários dirigentes foram detidos, acusados de incitação à violência e assassinatos