Massacre do Carandiru foi acerto de contas entre presos, diz advogado de defesa

Massacre do Carandiru foi acerto de contas entre presos, diz advogado de defesa

Os policiais serão julgados pela morte de oito presos que ocupavam o quarto pavimento (ou terceiro andar) da antiga Casa de Detenção do Carandiru