Taxista é parceiro da Lei Seca

Importância dos motoristas de táxi
 

O governador e candidato à reeleição, Sérgio Cabral, ressaltou a importância dos motoristas de táxi para o sucesso da Operação Lei Seca, iniciada pelo Governo do Estado em março de 2009 no Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira (06/09), em encontro com representantes da categoria, no bairro do Rocha, Zona Norte do Rio, Cabral afirmou que manterá a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a aquisição de veículos por taxistas.

– A Operação Lei Seca, que tem salvado tantas vidas, tem no taxista um grande parceiro. Eu vim agradecer essa parceria e afirmar que o nosso governo continuará com essa operação, considerada a mais eficiente do Brasil. Ela veio para ficar. Em segundo lugar, vim garantir que vamos continuar com a isenção do ICMS na compra de automóveis pela categoria – disse o governador.

Em seu discurso, Sérgio Cabral destacou o trabalho que o seu governo tem feito pela regulamentação dos taxistas, como parte de uma estratégia de combate ao crime organizado:
– Eu apoio a regulamentação da profissão. Enfrentamos o transporte pirata. É gente ligada à milícia, ao tráfico. Fizemos licitações e coibimos permanentemente os que não querem andar na lei. As coisas não são isoladas. A segurança é uma aliada do cidadão e dos taxistas. Eles são vítimas, sofrem com a violência. Então, para o taxista, ter o Rio mais seguro é fundamental – declarou.

Cabral falou sobre a mudança que a sua gestão está promovendo na saúde e na educação:
– No hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, a ressonância magnética é a primeira de um hospital público de emergência no estado. Há 20 anos o Rio de Janeiro não comprava equipamento de tomografia. Triplicamos o número de leitos hospitalares e de CTIs na rede estadual. Nas UPAS 24h, já atendemos cinco milhões e meio de pessoas e demos 33 milhões de medicamentos. Na educação, apesar da situação dramática que herdamos, até o fim deste ano teremos 30 novas unidades escolares e vamos construir mais 50, na região metropolitana, em um segundo mandato – adiantou.

Cabral destacou ainda a nova forma de gestão da segurança pública no estado. E reafirmou o seu compromisso de pacificar todas as comunidades dominadas por criminosos.
– Hoje, as viaturas da polícia são modernas. Os policiais civis e militares têm um plano de metas para a redução de homicídios, roubo a veículos, latrocínio, roubo a residências e roubo a transeuntes. Alcançou a meta, recebe prêmio. No estado inteiro os índices estão caindo. Eu assumo o compromisso de levar UPPs a todas as comunidades onde houver poder paralelo. Esse não é um compromisso do político Sérgio Cabral. É um compromisso do pai do João Pedro, do Marco Antonio, do José Eduardo, do Thiago e do Mateus, do cidadão do Rio de Janeiro – disse o governador

 

 

Fonte: Site Sérgio Cabral

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.