Teresópolis ganha aterro sanitário

Inauguração é no dia 22/7
 

O governador Sérgio Cabral e a secretária do Ambiente, Marilene Ramos, inauguram, na próxima segunda-feira (27/7), o aterro sanitário de Teresópolis, na Região Serrana. Com investimentos de R$ 8 milhões do Fundo de Conservação Ambiental (Fecam), a iniciativa é uma parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que vai colaborar com o Estado em outros projetos sanitários.

Esse é o primeiro aterro sanitário do programa estadual Lixão Zero. É um aterro consorciado, que serve não apenas a Teresópolis, mas também aos municípios de São José do Vale do Rio Preto, Sapucaia, Carmo e Sumidouro. O aterro está projetado para atender, nos próximos 20 anos, a cerca de 200 mil habitantes.

– Lixão tem urubu, mau cheiro, contamina o solo, contamina os rios, tem catadores que podem pegar doenças e o aterro sanitário não tem nada disso. Lixão é degradação ambiental. O aterro sanitário é uma forma controlada de se depositar o lixo sem que ele cause maiores riscos ao meio ambiente – detalhou a secretária.  

 

Fonte: Governo do Estado do Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.