Trajeto do Bonde de Santa Teresa será ampliado

Novo trecho irá até a Praça Odylo Costa Neto até o fim deste mês
 

Até o fim deste mês, o Bonde de Santa Teresa terá o seu percurso ampliado até a Praça Odylo Costa Neto. Para isso, está sendo realizada a instalação da rede aérea no trecho entre o Largo dos Guimarães e o local. A novidade faz parte de um conjunto de ações realizadas desde dezembro do ano passado, a partir da gestão eficiente dos recursos obtidos com a cobrança da tarifa.

Além da ampliação do trajeto, foram realizadas intervenções na Estação Carioca (incluindo obras nos banheiros e pintura completa) e adquiridas ferramentas e equipamentos de manutenção. Houve treinamento de funcionários e o início da implantação de uma nova campanha de comunicação visual do sistema.

Também foi realizada a troca de dormentes no trecho dos Arcos da Lapa e está em andamento a restauração de todas as luminárias históricas dessa extensão, preservando as características originais, conforme determinam o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac). Nesse serviço será utilizado um bonde histórico (criado especialmente para transportar equipamentos e pessoal treinado), resgatando as metodologias originais de trabalho na manutenção do sistema.

– Temos realizado um grande esforço de gestão para oferecer aos moradores de Santa Teresa e à população em geral um serviço cada vez melhor no sistema de bondes. Passo a passo, vamos trabalhando para atingir o nosso objetivo, que é oferecer qualidade, regularidade e resgate da história dos bondes – ressaltou o secretário de Transportes, Rodrigo Vieira.

População aprova


Encarregado pelo trabalho da parte elétrica, o assistente de manutenção Nilson Pereira de Almeida, de 56 anos, trabalha com bondes há 34. Para ele, atuar diretamente nesse processo de transformação é gratificante.

– É importante fazer parte dessa história e acompanhar essa evolução. Estamos dispostos a trabalhar para trazer benefícios aos moradores e a todos que usam o transporte – afirmou Nilson.

Moradora do bairro há 41 anos, a economista Marta Dalpaz Peral, de 49 anos, comemora a ampliação do trecho.

– O retorno do trajeto vai trazer revitalização econômica e financeira para Santa Teresa – avaliou Marta.

Cuidadora de idosos, Vandete Gama, de 46 anos, compartilha da mesma opinião de Marta e já destaca um benefício da mudança.

– O morador precisa do bonde. Além de fazer parte da nossa história, não pagamos para utilizá-lo. Com essa medida, serei poupada de caminhar com peso quando for ao mercado – disse a cuidadora de idosos, que vive no local há 27 anos.

Quem também ressaltou a importância de investimentos foi o gerente de um hotel em Santa Teresa, Juan Sander, de 50 anos.

– É uma alegria muito grande saber que a principal atração turística do bairro vai voltar a passar em nossa porta – explicou o gerente. 
 

 
 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.