Trem da Prevenção leva alegria e informação aos usuários da Supervia

É um evento que promove a alegria ao mesmo tempo em que informa
 
 

 

Os passageiros que embarcaram na Estação Engenho de Dentro da Supervia, com destino à Central do Brasil, viveram uma manhã inesquecível com a 6ª edição do projeto “Trem da Prevenção”, parceria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) com a concessionária. Aproveitando a proximidade do carnaval, um bloco formado por profissionais da SMS, entre eles jovens do grupo Rap da Saúde, e da Comlurb, e drag queens ocupou uma das composições para levar orientações sobre promoção de saúde e prevenção de doenças, como as sexualmente transmissíveis e as causadas pelo mosquito Aedes aegypti. Simultaneamente à viagem, agentes de Vigilância Ambiental em Saúde realizaram vistorias em imóveis no entorno do Engenho de Dentro para buscar e eliminar possíveis criadouros do mosquito.

 

 

 

 

– É um evento que promove a alegria ao mesmo tempo em que informa. Nessa época do ano, em que as pessoas ingerem muita bebida alcoólica e se descontraem mais, é fundamental fazermos esse alerta, de que podemos brincar, mas com responsabilidade. Além de incentivar o uso do preservativo, estamos focando na prevenção de outras doenças, como dengue, zika e chikungunya. É um trabalho prazeroso e a população tem se mostrado bem receptiva às nossas orientações – afirmou a representante da Coordenação de Área Programática (CAP) 3.2, Dayse Demori Peres.  

 

 

A concentração na estação da Zona Norte teve início às 10h, com tendas de distribuição de material informativo sobre o combate ao Aedes aegypti e ao tabagismo, orientações sobre saúde bucal, com distribuição de kits odontológicos, e prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, com distribuição de preservativos. Agentes de saúde também orientaram os visitantes e passageiros sobre as causas e o tratamento da diabete e da hipertensão, com direito a medição da pressão arterial.  

 

 

 

Moradora de Mesquita, na Baixada Fluminense, Amanda da Fonseca Francisco, de 33 anos, é frequentadora assídua da Supervia, uma vez que seus médicos atendem no Rio. Mãe de Eryck, de 15 anos, ela está grávida de sete meses da Sophia.  Ao ver que um profissional de saúde orientava os passageiros sobre as maneiras de combater o Aedes aegypti, ela deixou a fila de embarque e correu para a tenda. Além de conversar com o agente, Amanda verificou sua pressão, que estava normal.

 

 

– Meu marido e filho tiveram zika e a preocupação era enorme por conta da gravidez. Sempre tomei todas as precauções, como não deixar água parada em casa, colocar cloro nos vasos e passar repelente três vezes ao dia, mas o medo aumentou por causa da minha menina. Os agentes de saúde tiraram as minhas dúvidas e posso dizer que agora estou mais tranquila, pois me disseram que estou fazendo tudo certo.

 

 

No trem, com destaque para a performance animada das drag queens e do gari Renato Sorriso, o bloco alegrou os passageiros com paródias de marchinhas de carnaval sobre os temas da campanha e distribuiu material informativo sobre a prevenção das doenças. A cada vagão percorrido, em uma viagem de aproximadamente 20 minutos, quem estava com sono despertou e se juntou à folia.

 

 

Para a estudante Luciana Moura, de 49 anos, que mora em Itaipuaçu e estuda no Rio de Janeiro, ações como a de hoje poderiam ser realizadas durante todo ano:

 

 

– Achei ótimo. A prefeitura está fazendo uma campanha alegre e acredito que é dessa maneira que as pessoas se conscientizam. Quando a mensagem é descontraída, fica mais fácil de assimilar.

 

 

Quando a composição chegou à Central do Brasil, a animação do bloco contagiou as pessoas que aguardavam pelo embarque. Com muita música e, principalmente, orientação e distribuição de preservativos, o grupo fez com que os passageiros se juntassem a ele em uma grande confraternização.

 

 

Agentes da Vigilância Sanitária também estavam presentes nas duas estações informando os passageiros sobre cuidados com a escolha e a conservação de alimentos nos dias de forte calor.

 

 

O “Trem da Prevenção” é fruto do trabalho conjunto das CAP’s 3.2 e 1.0. A primeira abrange os bairros Abolição, Água Santa, Cachambi, Del Castilho, Encantado, Engenho da Rainha, Engenho de Dentro, Engenho Novo, Higienópolis, Inhaúma, Jacaré, Jacarezinho, Lins de Vasconcelos, Maria da Graça, Méier, Piedade, Pilares, Riachuelo, Rocha, Sampaio, São Francisco Xavier, Todos os Santos e Tomás Coelho.

 

 

Já a segunda, a CAP 1.0, atende Benfica, Caju, Catumbi, Centro, Cidade Nova, Estácio, Gamboa, Mangueira, Paquetá, Rio Comprido, Santa Teresa, Santo Cristo, São Cristóvão, Saúde e Vasco da Gama.

 

 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.