Troca de tiros no Morro do Alemão

Troca de tiros no Morro do Alemão
 
Uma operação do Exército no Complexo do Alemão no Rio de Janeiro levou à troca de tiros entre policiais e traficantes. O tiroteio durou mais de duas horas e moradores se abrigaram no prédio do teleférico do Morro do Alemão. A troca disparos começou por volta das 19h30 de terça-feira (6/9).
O principal foco de tensão é a Comunidade da Alvorada, onde está localizada a Estação Itararé do teleférico. O prédio da estação serve de abrigo para cerca de 50 moradores que se protegem dos disparos. Segundo informações dos militares, os criminosos usaram como base os morros do Adeus e da Baiana.
 
As favelas que formam o Complexo do Alemão foram ocupadas no final do ano passado com a criação das unidades de Polícia Pacificadora. Na ocoasião, houve pouca resistência dos traficantes.
No domingo (4/9), houve um incidente entre militares e moradores do Alemão. Ao reprimir um grupo de moradores que assistia a um jogo de futebol e que se recusou diminuir o barulho, soldados do Exército foram atingidos com pedras, pedaços de pau e garrafa. Eles reagiram atirando com balas de borracha e spray de pimenta. Várias pessoas ficaram feridas. Desde então, o clima no local é tenso.
 
Na segunda-feira (5/9) à noite houve um outro conflito ente os militares do Exército e um grupo de mototaxistas. Os moradores aguardam a situação se acalmar para retornarem para casa. Blindados do Exército aguardam ordem na base do morro para subir em apoio à tropa.

Fonte: Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.