Turismo investe em Inclusão Social

Projeto de inclusão e capacitação
 

Cerca de 100 jovens paulistas participarão  da aula inaugural do projeto Inclusão Social com Capacitação Profissional, no bairro Jardim São Luiz. A iniciativa faz parte do programa Turismo Sustentável e Infância (TSI), do Ministério do Turismo (MTur), e é desenvolvida em parceria com a Associação Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada (Epah).

Os jovens são moradores da Zona Sul de São Paulo (SP), têm idade entre 16 e 24 anos, e vivem em situação de vulnerabilidade social. Serão oferecidos quatro cursos profissionalizantes de turismo: recepção de hotéis e pousadas, auxiliar de organização de eventos, garçom/garçonete e bartender. A duração dos cursos é de quatro meses.

Segundo a coordenadora geral do TSI, Elisabeth Bahia, o objetivo do projeto é enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes da região por meio da capacitação, com foco no turismo sustentável. “O turismo é um setor que abre muitos caminhos, como geração de renda e inclusão social. Oferecemos a esses jovens novas oportunidades”, acrescenta a coordenadora.

Os familiares dos jovens, ou os responsáveis por eles, também farão parte das ações do projeto, explica Elizabeth: “É importante que eles conheçam a proposta e apóiem a participação nas aulas”.

Além dos cursos, os alunos também receberão acompanhamento psicossocial e apoio para a entrada no mercado de trabalho, e informações para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

A aula inaugural acontece na próxima segunda-feira (16), na Rua Frederico Grotte, nº 322 – Jardim São Luiz, São Paulo (SP).

O PROJETO

O projeto Inclusão Social com Capacitação Profissional foi lançado em 2007, pelo MTur, e já formou mais de 800 jovens. Mais de 45% deles já foram inseridos no mercado de trabalho.

Fonte: Assessoria de Comunicação do MTur

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.