Uenf ganha 15 novas casas de vegetação para pesquisas

Feitas de concreto armado revestido com PVC, as casas são mais resistentes e duráveis
 

Feitas de concreto armado revestido com PVC, e por isso mais resistentes e duráveis, 15 novas casas de vegetação estão prontas e em uso na Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf). Mais acessíveis , graças às calçadas no interior e no entorno, e com sistema elétrico e hidráulico, as novas estruturas já servem a pesquisas desenvolvidas nos Centros de Biociências e Biotecnologia (CBB) e Ciências e Tecnologias Agropecuárias (CCTA).

 

– Essas são as primeiras casas de vegetação do CBB. Representam para nós um grande passo para pesquisa, pois fornecerá suporte a todos os projetos que envolvem estudos envolvendo biodiversidade, bioquímica, biologia molecular, fisiologia, botânica e biologia celular de plantas. Todas as pesquisas serão potencializadas – afirma o diretor do CBB, Gonçalo Apolinário de Souza Filho.

 

As casas de vegetação permitem a exposição de plantas a diferentes ambientes controlados e a comparação do desempenho de espécies distintas em condições diversas. No total, serão 20 estufas. De acordo com o professor Gustavo Xavier, prefeito da UENF, as cinco que ainda estão em construção devem ficar prontas até abril deste ano.

 

– Acredito que pelo menos 90% de todas as teses e dissertações do curso de Produção Vegetal do CCTA foram desenvolvidas em casas de vegetação. Elas são imprescindíveis para a pesquisa agrícola realizada no nosso Centro – afirma o diretor do CCTA, Henrique Duarte Vieira.

 

As chaves das novas casas foram entregues aos diretores do CBB e CCTA pelo reitor Silvério de Paiva Freitas durante a reunião do Colegiado Executivo (COLEX) no dia 5 de fevereiro.

 

Governo do Rio

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.