Varizes necessitam de tratamento adequado para evitar complicações

Se não tratadas, elas podem causar alterações na pele e no tecido subcutâneo, tromboflebites, sangramentos espontâneos e ulcerações
 

varizes

De acordo com o cirurgião vascular e angiologista Pablo Varela, Membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro (SBACV-RJ), o tratamento depende das características das varizes de cada paciente. “Existem vários tipos de veias, que são determinadas de acordo com seu calibre e função. De acordo com os sintomas do paciente, o calibre e os locais acometidos, você estabelece o melhor tipo de tratamento” diz o médico.

 

 

 

Para as veias mais finas, normalmente são usadas aplicações em consultório, com agulhas e seringas, “utilizadas há mais de 50 anos, com bons resultados”. O tratamento evoluiu para a utilização do laser, menos invasivo e sem agulhas.

 

 

 

Segundo Varela, o tratamento  das veias de maior calibre inclui a radiofrequência ou o endolaser, nos quais um cateter especial é inserido na veia afetada. No caso na safena, veia de maior calibre, a indicação é cirurgia de forma direta ou por meio de técnicas de radiofrequência ou endolaser, que são realizadas por meio de punções.  “Atualmente, mais de 90% dos casos na Europa e Estados Unidos são realizados com uso dessas tecnologias, com isso, você agride menos o paciente, que tem uma recuperação mais rápida” finaliza. Ao contrário do que muita gente acredita varizes não são apenas um problema estético, mas também de saúde, e exigem tratamento correto para evitar riscos.

 

Barra da Tijuca

Endereço: Embaixador Aberlado Bueno, 1, Dimension – Bloco Ayrton Senna, 1, sala 409.

Telefone: (21) 2132-7303

 

 

Cirurgião Vascular Pablo Varela 

Endereço: Rua México 31, 902, Centro do Rio.

Telefone: (21) 2533-5357/ 2524-0449

 

 

 

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.