Visita guiada no Theatro Municipal

Visita guiada no Theatro Municipal
 
Um grupo eclético se reúne na porta do Theatro Municipal no anseio de conhecer os bastidores de uma das maiores casas de espetáculos do país. A cena vem se repetindo desde o dia 20 de janeiro, quando foram abertas as visitas guiadas acompanhadas por monitores treinados pela Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Lage.
 
Depois do sucesso da exibição dos painéis Guerra e Paz, de Cândido Portinari, o teatro aproveita o recesso na programação para abrir ao público espaços desconhecidos até mesmo de quem frequenta o local em dia de espetáculo. O passeio começa na sala de vídeo, onde é apresentado um institucional de 15 minutos sobre a restauração do edifício, construído em 1909.
 
Depois, o grupo segue pelo corredor dos camarins e tem acesso ao espaço cênico e à sua maquinaria. O palco, levemente inclinado para que toda a plateia possa acompanhar os espetáculos sem problemas, é um dos objetos que causa maior fascínio, mesmo em manutenção.
O roteiro também inclui uma visita à plateia, de onde é possível avistar os balcões simples e nobres e os camarotes, além do foyer, no segundo andar, ornado com três vitrais, pinturas por todo o teto e esculturas espalhadas pelas paredes e pilastras de sustentação. Outro grande destaque do passeio é a varanda voltada para a Avenida Rio Branco, que proporciona uma das mais belas e privilegiadas vistas do centro da cidade, além do Pão de Açúcar ao fundo.
 
A última parada é no restaurante Assyrio, com inspiração nas civilizações persas, obedecendo ao estilo arquitetônico eclético do teatro. Até o dia 20 de fevereiro, os visitantes também poderão conferir a exposição “O Centenário de uma joia”, composta por 40 peças criadas por alunos da Escola de Design do Senai em ouro, prata e pedrarias, inspiradas na arquitetura do Municipal.
Deslumbrados com a imponência do edifício, a baiana Camila Barra e o paulistano André Martini apóiam a iniciativa. Mas para o casal, uma hora de visita não foi suficiente para registrar em fotos toda a beleza do espaço.
 
– O interessante do Municipal é perceber que ele é mais simples por fora e toda a ostentação está dentro das salas, o que faz com que você divida as atenções quando vem assistir a um espetáculo. São tantos detalhes, que é impossível não querer reparar em tudo – diz Camila.
 
Passando férias no Rio, o casal afirma que pretende voltar mais vezes ao teatro, também para assistir aos shows.
– Tentamos vir outras vezes, mas o teatro estava fechado para reformas. Agora a intenção é voltar sempre que possível para conferir a programação – conclui André.
 
Serviço
As visitas guiadas serão realizadas até 27 de fevereiro em oito horários de segunda a sábado, das 11h às 17h30, e custam R$ 10, com limite máximo de 40 pessoas por sessão. Aos domingos, a entrada é gratuita e acontece em apenas dois horários, às 11h e 13h. Quem quiser também pode agendar o passeio pelos telefones (21) 2332-9191 / 9134.

Fonte: Governo do Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.